quinta-feira, 10 de abril de 2014

Saúde alerta para a intensificação dos cuidados com a Dengue



Em Sergipe, de janeiro a março de 2013, foram notificados 269 casos de Dengue, 123 casos confirmados e dois óbitos. No mesmo período deste ano, até o momento, foram 302 casos notificados, 79 confirmados e nenhum óbito.


De acordo com a coordenadora do Núcleo de Endemias da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Sidney Sá, o aumento no número de notificações já é um indicador de alerta e chama a atenção para um comportamento contrário do que se esperava para redução do vetor.
"As prefeituras e a população precisam fazer a sua parte no combate ao Aedes aegypti, o mosquito transmissor da Dengue. Dessa forma, evitamos a proliferação do mosquito e, consequentemente, uma epidemia", disse.

Segundo a coordenadora, o Governo do Estado, através da SES, vem desenvolvendo ações de apoio aos municípios no combate ao Aedes aegypti, a exemplo do envio da Brigada Itinerante.

"Em Aracaju, por exemplo, a Brigada Itinerante atuou em um primeiro momento em fevereiro. O segundo momento começa agora no mês de abril e vai até a primeira semana de maio. Além da Brigada, nesses primeiros meses de 2014 também houve aplicação de UBV, o carro fumacê. No mês de janeiro, por exemplo, o carro passou pelas ruas como ação complementar e preventiva ao Pré-Caju", afirmou Sidney Sá.

A coordenadora ainda explica que o mesmo suporte dado ao município de Aracaju pode ser feito aos demais municípios sergipanos, quando solicitado. A partir daí é feita uma programação para atendê-los.Este ano, além de Aracaju, a Brigada Itinerante esteve também nos seguintes municípios: Divina Pastora, Capela, Pedrinhas, São Domingos, Carira, Itabaiana, Itaporanga D'Ajuda, Salgado, Pinhão e Japaratuba.

"Mesmo com todo apoio oferecido e realizado pelo Governo do Estado, é preciso que os municípios intensifiquem as ações, pois cada um é responsável pelo seu território. A população também tem que fazer a parte dela não deixando água limpa parada dentro de casa. É importante lembrar que, se não cuidar, a Dengue pode levar à morte", concluiu Sidney Sá.

Cuidados
Os cuidados com a Dengue começam dentro de cada residência. As pessoas devem verificar se não há objetos espalhados pelo quintal ou locais que possam acumular água. As lavanderias, por exemplo, devem ser lavadas pelo menos duas vezes por semana com escova, água e sabão e não permanecer cheias por um longo período de água para não virar criadouros.

Outros cuidados que devem ser tomados são com as bandejas das geladeiras, bebedouros e filtros de barro para que não acumulem água. Os vasilhames de animais devem ser lavados diariamente e os pratinhos de plantas devem conter areia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário