terça-feira, 15 de abril de 2014

Proredes será votado amanhã nas comissões temáticas



Três comissões temáticas da Assembleia Legislativa de Sergipe se reúnem na manhã desta quarta-feira, 16, para discutir e votar o projeto de lei que trata do Proredes – Programa de Fortalecimento das Redes de Inclusão Social e de Atenção à Saúde. O projeto se encontra na Assembleia desde agosto de 2013 e só tramita agora por conta de uma decisão judicial do desembargador Ricardo Múcio, apesar dos inúmeros apelos feitos anteriormente pelos deputados da situação e pelo governador Jackson Barreto (PMDB).


O Proredes se refere a uma operação de crédito no valor de até R$ 250 milhões junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O dinheiro será investido no sistema de saúde pública de Sergipe, contemplando tudo o que envolve o atendimento de média e alta complexidade na rede pública. “Trabalhamos de todas as formas buscando o entendimento através de conversas, apelos e busca do bom senso para que o estado de Sergipe não perca esse investimento tão importante para a população que necessita de melhorias urgentes no setor da saúde”, disse o deputado Francisco Gualberto (PT), líder da bancada do governo.


A partir das 08h começam a se reunir as comissões de Constituição e Justiça (presidida por Venâncio Fonseca), Saúde (presidida por Gilson Andrade) e Economia e Finanças (presidida por Antônio dos Santos). A expectativa do líder do governo, Francisco Gualberto, é que o Proredes seja aprovado nas três comissões e ainda nesta quarta-feira esteja apto para ser votado no plenário da Casa. “Caso não seja possível ser votado amanhã (quarta), certamente faremos isso na sessão da quinta-feira”, disse.


De acordo com um documento do Banco Interamericano de Desenvolvimento enviado ao governo do 
Estado há dois meses, o prazo para aprovação da operação financeira junto à Secretaria do Tesouro Nacional era 11 de abril. Isso por conta do calendário eleitoral. No entanto, o governador Jackson Barreto buscará a liberação dos recursos através de apelos e entendimentos com as instituições, levando em conta a importância do projeto para a saúde pública em Sergipe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário