quinta-feira, 27 de março de 2014

Eduardo Amorim assina requerimento para criação da CPI da Petrobras

Diante das denúncias com relação às supostas irregularidades na compra da refinaria de Pasadena, no Texas, pela Petrobras, em 2006, o senador Eduardo Amorim (PSC/SE) assinou na noite de quarta-feira, 26, requerimento para a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI – da Petrobras.


“Infelizmente, a maior empresa pública do País passa por uma situação preocupante. A Petrobras já foi avaliada em mais de R$ 500 bilhões. Atualmente, custa pouco mais de R$ 100 bilhões e está repleta de dívidas e problemas de gestão”, afirmou Eduardo Amorim. Os senadores pretendem investigar o valor de US$ 1,18 bilhão pela compra da refinaria americana.

Ao todo, 28 senadores assinaram a proposta para a criação da CPI da Petrobras, sendo que o número mínimo exigido é 27. Além do senador Eduardo Amorim, os senadores sergipanos Antônio Carlos Valadares (PSB) e Maria do Carmo (DEM) assinaram o requerimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário