quinta-feira, 20 de março de 2014

Antiga Invasão Recanto dos Manguezais poderá ser sede do Parque Poxim

Considerada a maior favela da capital sergipana, a Invasão Recanto dos Manguezais, localizada no conjunto Augusto Franco, às margens do Rio Poxim, foi finalmente desocupada após 13 anos de luta capitaneada pelo vereador Max Prejuízo (PSB). A desocupação se deu após a conquista da liberação do auxílio moradia junto à Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA), que atendeu uma indicação do vereador.


O parlamentar, que definiu a retirada das famílias como um “momento histórico”, comemorou o fato. “São crianças, adultos e idosos que viviam de forma indigna, sub-humana. Conviviam com ratos, cobras, escorpiões e todo tipo de pragas que provocavam doenças de pele e de cunho respiratório. Essa é uma grande conquista que trará benefícios não apenas para os antigos moradores da invasão como, também, para toda comunidade do conjunto Augusto Franco", disse Max.
Preocupado que uma nova invasão não aconteça na área desocupada, Max Prejuízo procurou o secretário municipal de Meio Ambiente, Eduardo Matos, em busca de alternativas para a “área urbana consolidada”, ou seja, já impactada pela invasão, e sugeriu que a mesma faça parte do Parque Poxim, projeto de preservação ambiental da prefeitura.
Indicação aprovada
Objetivando preservar a área e evitar a ocorrência de novas ocupações, Max Prejuízo entrou com uma indicação na Câmara Municipal de Aracaju (CMA) solicitando ao prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), que determine à Secretaria de Meio Ambiente (Sema) a inclusão da área da antiga invasão na unidade de conservação Parque Poxim. “A indicação que apresentei foi aprovada na Câmara Municipal, onde não apenas sugeri a inclusão da área no parque de preservação ambiental, mas que sua entrada, com sede e toda estrutura, seja construída na área da antiga invasão”, disse Max Prejuízo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário