segunda-feira, 24 de março de 2014

Ana Lúcia: "Encontro Estadual do PT demonstra unidade do partido"

A deputada estadual Ana Lúcia participou, no último sábado (dia 22), do Encontro Estadual do PT, que reuniu centenas de militantes petistas de todas as regiões de Sergipe. A atividade, que aconteceu no Iate Clube, em Aracaju, teve o objetivo de discutir a posição do PT nas eleições de 2014 e a tática eleitoral que será adotada pelo partido.


O Encontro teve início com a análise de conjuntura, em especial sobre o cenário político em Sergipe e no Brasil e os desafios para o PT, em âmbito estadual e nacional. Representando a tendência Articulação de Esquerda, o Professor Dudu chamou a atenção para a importância do PT se mobilizar em torno de pautas essenciais à democracia brasileira. “Temos um Judiciário extremamente conservador no Brasil e uma mídia que sempre se coloca contra os direitos da classe trabalhadora. Por isso, é urgente a democratização tanto dos meios de comunicação quanto do Poder Judiciário. E, como partido representante da classe trabalhadora, o PT deve ser o protagonista na luta por essas reformas”, afirmou Professor Dudu.

Também presente ao Encontro, o vereador de Aracaju, Iran Barbosa, ressaltou a necessidade da unidade do PT e de todo o conjunto da esquerda brasileira, frente ao avanço do pensamento reacionário no país. Segundo Iran, “a realização de atos e manifestações que buscam resgatar a Ditadura Militar, 50 anos depois do Golpe, demonstram que é preciso muita atenção e articulação entre todos os segmentos que defendem a democracia e a liberdade, para que um período nefasto como o regime militar não tenha qualquer possibilidade de retorno em nosso país”.

A deputada estadual e vice-presidenta do PT Sergipe, Ana Lúcia, lembrou a importância do Encontro para a consolidação da democracia interna no PT, já que, a partir deste ano, todas as instâncias de deliberação do PT garantem a paridade de gênero. “Não há partido mais democrático que o PT. Cotidianamente, o nosso partido, a partir da ação de sua base social e da sua concepção socialista, se desafia a radicalizar a sua democracia. Esse Encontro é um marco nesse sentido, já que a partir de hoje teremos homens e mulheres participando e discutindo em igualdade nos espaços de decisão do PT”, ressaltou.

Após a análise de conjuntura e a exposição de militantes e lideranças de todas as tendências e agrupamentos do partido, o Encontro Estadual do PT aprovou, por unanimidade, uma resolução que define, dentre outras coisas:
 
- O apoio do PT à candidatura de Jackson Barreto para o Governo do Estado;
- A reivindicação da participação do partido na chapa majoritária, preferencialmente no cargo de Senador;
- E a indicação do nome de Rogério Carvalho, presidente estadual do partido, para representar o PT na chapa majoritária.

O Encontro reafirmou também a disposição do PT em manter o arco de alianças com os partidos que vêm construindo o atual Governo do Estado, como o PMDB, PSB, PCdoB, PDT, PSD, PRB e PROS. Nesse sentido, caso haja a entrada de qualquer outro partido no bloco de alianças, o Encontro Estadual aprovou que o Diretório Estadual discuta e delibere sobre o tema.

Como desafios para o próximo período, a deputada Ana Lúcia acredita que o PT precisa (junto com o PMDB e os demais partidos do bloco histórico de alianças) construir um programa de governo, de modo coletivo e participativo. “Precisamos iniciar o processo de discussão e elaboração de um programa democrático e popular que avance nas conquistas que temos implementado nos últimos anos em nosso estado. A construção desse programa deve envolver não apenas os partidos da base aliada, mas também os movimentos sociais, os sindicatos, as organizações populares e as entidades estudantis e de juventude”, defende Ana Lúcia.

Moções
Ao final do Encontro, os militantes do PT aprovaram também três moções, relativas a temas da conjuntura atual em Aracaju, Sergipe e no Brasil.

A primeira moção manifesta o apoio do PT Sergipe ao Projeto de Lei Complementar, de autoria do vereador Iran Barbosa, que institui o Passe Livre para estudantes no transporte coletivo de Aracaju.

Outra moção saúda a população do Sertão de Sergipe pela conquista do campus da UFS na cidade de Nossa Senhora da Glória e, ao mesmo tempo, apóia a mobilização popular em defesa da criação de um campus da UFS em Estância e outro em Propriá.

Por fim, em outra moção, o PT Sergipe repudiou a atitude da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados de promover, a pedido do parlamentar Jair Bolsonaro (PP/RJ), uma homenagem ao Golpe Militar de 1964.

Nenhum comentário:

Postar um comentário