sexta-feira, 28 de março de 2014

A crescente violência preocupa Valadares Filho

O deputado Valadares Filho (PSB-SE), em pronunciamento feito na tribuna da Câmara, destacou os altos índices de violência registrados nas cidades brasileiras. O parlamentar citou dados do Mapa da Violência de 2013, que revelam que cerca de 800 mil pessoas foram mortas por disparos de algum tipo de arma de fogo, no período de 1980 a 2010. Sendo que no ano de 1980, foram cerca de 8.710 vítimas e, em 2010, foram 38.892 mortes; um crescimento de mais de 346%.

“O Brasil, um país sem disputas territoriais, guerras civis e enfrentamentos religiosos ou étnicos, registrou mais mortes causadas por homicídios que os países em conflitos armados”, disse. 
 Os dados mostrados por Valadares Filho mostram que, quando se refere à juventude, o crescimento da violência é ainda maior.  O número de óbitos passou de 4.415 em 1980 para 22.694 em 2010; aumento de mais de 400% de jovens na faixa etária de 15 a 29 anos mortos por armas de fogo. Os homicídios entre os jovens também registraram aumento maior quando comparado com a população das demais faixas etárias.  O aumento foi de 591,5%, enquanto que na população como um todo foi de 502,8%.
Para o deputado sergipano, as políticas públicas em curso não são efetivas para reverter o quadro de violência em que vive a população brasileira. Valadares Filho disse que novas ações com metas para redução da criminalidade devem ser implantadas urgentemente, assim como a valorização dos policiais.   “A adoção dessas medidas vai contribuir para mudar o quadro de violência e, assim, obter melhor resultado na aplicação dos recursos públicos destinados à segurança”, finalizou Valadares Filho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário