quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Projeto do deputado Fábio Reis leva saúde à população

O deputado federal Fábio Reis (PMDB-SE) apresentou um novo projeto de lei, no qual torna obrigatória a indicação de presença ou ausência de açúcar em alimentos industrializados. O objetivo da proposta é esclarecer a sociedade sobre os males do consumo excessivo de açúcar.


“A proposta é uma medida preventiva e de controle de cáries, obesidade e diabetes, pois, no meio científico, os problemas que podem ser causados pelo uso de açúcar em excesso já são bem conhecidos, mas estas informações não chegam à sociedade”, disse Fábio.

“Considerando o alto nível de produtos industrializados que hoje fazem parte da nossa alimentação, é imprescindível que sejam fornecidas as informações necessárias para que cada indivíduo saiba o que está comprando e ingerindo”, completou.

De acordo com o texto apresentado, todos os alimentos industrializados deverão conter em seu rótulo e bula, obrigatoriamente, as inscrições “contém açúcar processado” ou “não contém açúcar processado”, além de mencionar as respectivas quantidades, conforme o caso.

O parlamentar lembra que dados do Sistema Único de Saúde (SUS), publicados pelo ministério da Saúde, revelam que o setor público gasta, anualmente, R$ 488 milhões com tratamentos de doenças associadas à obesidade.

Um estudo apresentado pela Embrapa concluiu que o brasileiro ingere, diariamente, 150 gramas de açúcar, mesmo sem se dar conta. “Esta quantidade é três vezes superior à média mundial, que gira em torno de 57 gramas”, alertou Fábio.

Este projeto representa, mais uma vez, a preocupação do parlamentar com a saúde dos brasileiros. Em dezembro, Fábio Reis apresentou um projeto no qual determina que alimentos industrializados indiquem a presença ou ausência de sal. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário