terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Governo de Sergipe moderniza serviço de Braquiterapia do Huse

Um importante avanço no tratamento contra o câncer do colo uterino. O Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS), dá mais um grande passo no Centro de Oncologia do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), com a implantação de um avançado sistema no aparelho de braquiterapia. Além de novos aplicadores, o aparelho ganhou um upgrade do hardware e do software do sistema de planejamento computadorizado (Brachyvision), o que vai proporcionar uma maior eficácia no tratamento.


De acordo com a física médica da Oncologia do Huse, Katiúcia Bomfim, as vantagens desse novo sistema são: menor tempo de radiação, menor exposição do tempo de radiação, melhoria de sobrevida do paciente e preservação dos tecidos que não devem ser radiados. "As usuárias terão um tratamento ainda melhor, com mais precisão e redução dos efeitos colaterais", explicou.

A braquiterapia é a modalidade da radioterapia em que a fonte de radiação fica em contato ou muito próximo ao tumor. Semanalmente, são realizadas, em média, oito sessões.

"O procedimento, exclusivamente oferecido pelo Huse em Sergipe, atende a mulheres com diagnóstico de câncer do colo uterino sendo que, atualmente, 16 pacientes estão cadastradas", complementa Katiúcia Bomfim.

Treinamento

Durante uma semana, uma equipe composta por médicos radioterapeutas e físicos médicos recebeu um treinamento sobre a atualização do novo sistema. O sistema de planejamento também foi aprimorado. O software já está com a nova versão mais atualizada assim como os aplicadores.

De acordo com a médica radioterapeuta, Waldhenice Nunes, durante esta semana, algumas pacientes que já estavam em tratamento passaram pela fase de adaptação do novo sistema. "A partir da próxima semana, chamaremos os casos que estavam aguardando o tratamento, principalmente as que estavam fazendo o tratamento fora do Estado, as que ainda não foram operadas e as que farão o procedimento pela primeira vez. Com a nova fonte de radiação, a duração da sessão será de 40 minutos, dependendo das condições clínicas da paciente", esclareceu.

Compromisso

O Governo do Estado vem cumprindo o seu papel no avanço do tratamento dos pacientes oncológicos, seja na realização de consultas médicas, nas sessões de radioterapia, nos procedimentos cirúrgicos, fluxo de exames, farmácia, entre outros serviços. Nos últimos meses, mudanças significativas nos processos de trabalho têm contribuído cada vez mais na organização e na fluidez das atividades no Centro de Oncologia do Huse.

A Secretaria de Estado da Saúde e a Fundação Hospitalar de Saúde vêm realizando uma série de ações para elevar e fortalecer a qualidade no atendimento. Uma delas é a nova sala cirúrgica no Huse destinada para pacientes oncológicos. Inaugurada há cinco meses, o espaço vem mostrando resultados significativos e aprimoramento no serviço. Ainda sobre cirurgias, foi iniciada a realização de cirurgias oncológicas de pequeno porte também no Hospital de Estância.

Em 2011, na Oncologia do Huse, foram realizados 342 procedimentos cirúrgicos. Em 2012, esse número chegou a 450 cirurgias oncológicas. Em 2013, foram quase 600 cirurgias oncológicas. O Centro de Oncologia do Huse é referência no diagnóstico e tratamento dos pacientes com câncer.

Atualmente, o Centro de Oncologia do Huse conta com 54 leitos para internamento (18 destinados a pacientes infantis, 31 adultos e 4 reservados para pacientes pós-cirúrgicos) e realiza atendimentos clínicos e ambulatoriais, assim como tratamentos oncológicos à base de quimioterapia e radioterapia. Por mês, o setor realiza uma média de 2500 consultas ambulatoriais, 950 exames diversos ambulatoriais, administra 1250 sessões de quimioterapia e 1320 sessões de radioterapia.

Além do equipamento de radioterapia do Centro de Oncologia do Huse para atender aos pacientes oncológicos, Sergipe contará com dois novos aparelhos, totalizando quatro, sendo um para o Hospital de Cirurgia e outro para o Huse.

Por determinação do governador Jackson Barreto, foi pactuado um convênio com recursos estaduais em torno de R$ 2 milhões para conclusão das obras onde o equipamento será instalado no Hospital Cirurgia, para ampliar cada vez mais a assistência.
Sergipe será contemplado também com um novo acelerador linear do Huse. No mês de dezembro, Sergipe recebeu a visita de técnicos da empresa ganhadora da licitação do Ministério da Saúde que fará a instalação do segundo acelerador linear do Centro de Oncologia do Huse. A entrega do acelerador linear faz parte do Programa de Expansão de Radioterapia do Ministério da Saúde, que está responsável pelo projeto de adequação e execução da obra. Coube à Sergipe a disponibilização do espaço onde funcionará o novo equipamento.

A SES já viabilizou, também, recursos junto ao Ministério da Saúde para ampliar a prestação de serviço no setor de radioterapia. São mais de R$ 2 milhões que viabilizarão a contratação de radioterapia em unidades de estados vizinhos.

O Centro de Oncologia implantou, ainda, o sistema 3D, software de alta tecnologia instalado no Acelerador Linear, que está possibilitando mais precisão e qualidade no diagnóstico. Atualmente, o Huse é único no Estado a ofertar tratamento oncológico em 3D.

Avançando ainda mais, no último dia 24 de janeiro, o Governo do Estado fez a assinatura da ordem de serviço para as obras de terraplanagem do terreno onde funcionará o Hospital Especializado em Câncer Governador Marcelo Déda, no Centro Administrativo Governador Augusto Franco, bairro Capucho. O Hospital do Câncer terá cinco pavimentos, 120 leitos para adultos, 30 leitos para pacientes infantis, 10 leitos de UTI Adulto e 10 leitos de UTI infantil, exclusivos para pacientes com câncer. Dos cinco andares, três serão exclusivos para internamento, dos quais dois pavimentos para adultos e um para crianças. Para aplicação da quimioterapia os pacientes infantis contarão com 24 leitos e os adultos com 43. Um pavimento será exclusivo para crianças com espaço lúdico e brinquedoteca.

O Hospital de Câncer contará com um moderno Centro de Imagens com 02 aceleradores lineares, 02 tomógrafos, um aparelho de braquiterapia, 02 aparelhos de raios-X, um aparelho de eletrocardiograma, 02 ultrassons, um aparelho de cintilografia, um de ressonância magnética, pet-scan, um mamógrafo digital e Gama Câmara. A aquisição dos equipamentos está incorporada ao programa Proredes. O Centro Cirúrgico terá 06 salas. A previsão para início de funcionamento é estimada para o final de 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário