segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Câmara mantém voto aberto para cassação de Donadon

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), rejeitou o pedido da defesa do deputado presidiário Natan Donadon (sem partido-RO), para que a votação de seu novo processo de cassação, marcada para esta quarta-feira (12), fosse secreta. Henrique destacou que a votação aberta para casos de perda de mandato é determinada pela Constituição de acordo com emenda constitucional que entrou em vigor no dia 28 de novembro do ano passado.


Com a negativa, a defesa de Natan Donadon cogita recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) para contestar a decisão do presidente da Câmara. O advogado Michel Saliba, que defende Donadon, alega que a emenda do voto aberto foi promulgada quando o processo 

Continue lendo no Congresso em Foco

Nenhum comentário:

Postar um comentário