terça-feira, 21 de janeiro de 2014

SMTT vai ampliar sistema de videomonitoramento

Com a intenção de coibir infrações de trânsito e acidentes, a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), através do setor do Centro de Controle de Operações (CCO), grava durante 24 horas os flagras do trânsito na capital sergipana - desde pequenos desrespeitos no semáforo a acidentes graves. O serviço é feito por 15 câmeras espalhadas pela cidade, garantindo o acompanhamento constante.   



O monitoramento também serve para ajudar na fluidez dos principais pontos da cidade, auxilia os agentes de trânsito, na celeridade da coleta de dados em casos de acidentes e a chegar a determinados lugares com maior agilidade. O diretor de Trânsito, capitão José Luiz Ferreira, explica que a principal finalidade do supervisionamento é fazer com que o trânsito possa se dissipar com mais rapidez. "É possível capturar as imagens com bastante nitidez e a cada 15 segundos as câmeras mudam de posição, possibilitando um controle maior", esclarece.


O capitão J. Luiz ainda destaca como podem ser utilizadas as imagens. "As imagens são gravadas e armazenadas por 30 dias, dando suporte também à Secretaria de Segurança Pública (SSP) e depois excluídas, mas em casos específicos como manifestações populares, datas comemorativas, essas são arquivadas no sistema. Em caso de acidentes, as pessoas podem recorrer às gravações através do número 180 nos dois canais de rádio, uma para operações e outro na coleta de dados". As imagens coletadas pelas câmeras também são transmitidas no intervalo de alguns telejornais locais.

Novidades


Em 2014, a expectativa da SMTT é quadruplicar a quantidade de câmeras, podendo chegar a 100. Os equipamentos terão imagem Full HD com alta definição de resolução, sendo quatro vezes mais nítidas que a do atual controle de monitoramento.  Este ano a quantidade de funcionários trabalhando no Centro de Controle de Operações irá expandir, fazendo que o trabalho seja ainda mais ágil. "Serão várias equipes trabalhando no CCO, uma cuidando dos radares, outra dos estacionamentos rotativos, a que irá agilizar junto aos agentes de trânsito as ocorrências de infrações e acidentes, e uma específica para o monitoramento", explica o diretor de Engenharia de Planejamento e Sistemas, Francisco Navarro.
Imagens de estacionamentos rotativos e radares, quando instalados, serão enviadas e todas as placas de carros que circulam na cidade serão encaminhadas ao CCO. Isso vai permitir que seja localizado algum carro ilegal transitando por determinado local. Outra novidade que será implantada é um novo um sistema que irá avisar quando um semáforo parar de funcionar, com uma sincronização com painéis informativos ao longo das avenidas para que os condutores possam saber quais as vias que estão engarrafadas e quais caminhos seguir.
Atualmente, com as 15 câmeras espalhadas pela capital sergipana, é possível acompanhar as imagens dos principais pontos e monitorar grandes corredores que são transitáveis na cidade. 


Pontos monitorados atualmente
- Beira Mar/Francisco Porto;
- Beira Mar/ Tancredo Neves;
- Beira Mar/Murilo Dantas;
- Beira Mar/Heráclito Rollemberg;
- Hermes Fontes (Praça da Bandeira);
- Elevado da Hermes Fontes;
- Viaduto do Distrito Industrial de Aracaju (D.I.A);
- Barão de Maruim/Beira Mar;
-Elevado da Francisco Porto;
- Saneamento/Rio de Janeiro;
- Tancredo Neves/Beira Mar;
- Tancredo Neves/Viaduto do D.I.A;
- Tancredo Neves/Entroncamento de Desembargador Maynard;
- Rotatória da Av. Maranhão;

Nenhum comentário:

Postar um comentário