quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Junta Comercial registrou mais de 30 mil empresas

Por Max Augusto

 
O ano de 2013 manteve o crescimento dos últimos anos e registrou 4.514
novas empresas. Em 2012, foram 4.518, ou seja, apenas quatro a mais, o que
representa uma pequena redução de 0,8% no segmento. Já no índice de fechamento de empresas, os números são ainda mais animadores. Em 2012, 1.526 foram extintas, enquanto que, em 2013, o número caiu para 1.373, registrando queda de 10,02%.


No entanto, é o crescimento gradativo nos serviços prestados ao longo dos
anos que mais chama a atenção: de 2006 para cá, por exemplo, foram 15.508
processos arquivados no órgão, o que representa um acréscimo de 81,6%. No mesmo período, houve aumento de 44% no número de abertura de empresas, que era de 3.138 em 2006 e saltou para 4.514 em 2013. Já as alterações passaram de 1.528 em 2006 para 9.621 em 2013.

Para George da Trindade Gois, presidente da Jucese, os índices mostram um
evidente equilíbrio na oferta dos serviços. “Mas é no acumulado de 2006 a
2013 que registramos um acréscimo bem significativo, já que abrimos mais de
30 mil empresas no período”, analisa George.

Nenhum comentário:

Postar um comentário