quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Hospital Especializado em Câncer: Governador assina, amanhã, ordem de serviço para iniciar terraplanagem‏

Nesta sexta-feira, dia 24 de janeiro, às 10 horas, o governador do Estado Jackson Barreto assinará ordem de serviço para iniciar terraplanagem do Hospital Especializado em Câncer Governador Marcelo Déda Chagas. A assinatura ocorrerá na área onde será construído o Hospital.  No local, serão também apresentados detalhes sobre projeto do Hospital.

O Hospital Especializado em Câncer garantirá uma melhor assistência aos pacientes oncológicos de Sergipe.  Com o funcionamento da unidade, que está previsto para iniciar no final de 2016, toda a estrutura para atendimento e a capacidade de serviços serão ampliadas.

Atualmente, o Centro de Oncologia Dr. Oswaldo Leite, no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), dispõe de 54 leitos para internamento oncológico, sendo 18 leitos destinados a pacientes infantis, 31 adultos e quatro são reservados para pacientes pós-cirúrgicos. Com a entrega do novo hospital, o número de leitos de internação ampliará para 150. Desse total, 120 serão destinados aos pacientes adultos e 30 infantis. 

Além dos leitos de internação, o hospital terá 67 leitos de quimioterapia, sendo 43 adultos e 24 infantis. Com foco específico no tratamento contra o câncer, o Hospital Especializado em Câncer Governador Marcelo Déda Chagas contará com 20 leitos de UTI exclusivos para os pacientes oncológicos, sendo 10 adultos e 10 infantis.

"No projeto arquitetônico do hospital, nós já fizemos a previsão de ampliação dos leitos de UTI, quimioterapia, centro cirúrgico e internações caso haja crescimento na demanda. Esses leitos estarão em áreas estratégicas, que poderão ser ampliadas sem a necessidade de modificar outros setores", aponta a coordenadora de Infraestrutura da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Ana Carla Andrade.

O Hospital do Câncer terá uma estrutura de base onde funcionarão diversos serviços voltados para o atendimento oncológico. Além de urgência e emergência, lavanderia e almoxarifado, haverá um pavimento com ambulatório, consultórios, sala de quimioterapia adulto e infantil, radioterapia, seis salas de centro cirúrgico e uma área de ensino e pesquisa com auditório, onde será promovida a educação continuada da equipe profissional.

"Um marco nesse hospital será o adensamento tecnológico. A unidade também implantará os serviços de prontuário eletrônico do paciente e de telemedicina, que possibilitarão à equipe recorrer a uma segunda opinião sobre os casos de maior complexidade. Na última visita que fizemos com o governador Jackson Barreto, ao Hospital do Câncer em Barretos, percebemos o interesse que a equipe tem, diante do nosso projeto moderno que é o Hospital Especializado em Câncer Governador Marcelo Déda Chagas, de se tornar o suporte para a segunda opinião dos casos mais complexos. A nossa tecnologia vai permitir o acompanhamento online de um procedimento cirúrgico de qualquer lugar do mundo", destaca a secretária de Estado da Saúde, Joélia Silva Santos.

Centro Especializado em Reabilitação IV

Depois de assinar a ordem de serviço para iniciar terraplanagem do Hospital do Câncer, o governador Jackson Barreto vai assinar também a autorização do início do processo licitatório para a construção de outra importante obra para o Estado que é o Centro Especializado em Reabilitação IV (CER IV), resultado de um investimento de R$18.965.000,00, em obras e equipamentos. Esse valor inclui recursos do Proinveste, Proredes, Emenda Parlamentar e Ministério da Saúde.

A obra será construída no Centro Administrativo próximo ao Hospital Especializado em Câncer Governador Marcelo Déda Chagas e atenderá a adultos e crianças nas quatro habilidades de deficiência: intelectual, física, auditiva e visual.

"Esse CER IV é um projeto que já nasce sendo referência com reconhecimento no Brasil, inclusive da presidenta Dilma Rousseff devido a sua estrutura moderna e tecnologia de ponta. O processo está sendo acompanhado pelo gabinete da Casa Civil da Presidência da República. Esse Centro traz um caráter inovador por permitir uma interação entre o SUS e o SUAS, no cuidado à pessoa com deficiência, sendo o entrelaçamento das Secretarias de Estado da Saúde e da Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social", esclarece a secretária de Estado da Saúde, Joélia Silva Santos.

Piscina aquecida e coberta com rampa para hidroterapia, fisioterapia respiratória, ginásio de fisioterapia ortopédica, sala de estimulação precoce para crianças de 0 a 3 anos, atendimento multidisciplinar, onde o paciente é assistido por vários especialistas, sala de musicoterapia, acolhimento familiar, sala de adaptação às próteses e órteses, reabilitação virtual, várias especialidades médicas, a exemplo de neuropediatria, otorrino, oftalmo, psiquiatria, pediatria, além de equipe multiprofissional contando com assistente social, psicólogo, terapeuta ocupacional, fonaudiólogo, nutricionista, oficineiros são alguns dos avançados serviços que serão ofertados pelo Centro Especializado em Reabilitação IV

Nenhum comentário:

Postar um comentário