quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Governo garante abastecimento da rede hospitalar

Os órgãos de controle externo e a imprensa conheceram na manhã desta quarta-feira, 29, o Centro de Logística da Fundação Hospitalar de Saúde. No local, ficam armazenados todos os medicamentos e insumos que abastecem a rede hospitalar do Estado, gerenciada pela FHS, assim como o setor de expedição desses itens para as unidades da rede.



Os diretores da Fundação apresentaram, também, o novo sistema de controle de produtos, desenvolvido pela equipe de informática da FHS, que permite a visualização do estoque desde a ata de preço até a chegada na farmácia da unidade hospitalar.
A promotora de justiça do Estado, Euza Missano, o controlador geral do Estado, Adinelson Alves, e o médico cirurgião Ivan Paixão acompanharam a visita e a apresentação. "Está excelente", disse Euza Missano. Enquanto conhecia cada setor da Celog, Euza Missano destacou que o estoque abastecido das unidades hospitalares é um grande avanço.  "A assistência farmacêutica é um dos principais itens no atendimento de qualidade assistencial à população", destacou.
A apresentação serviu, também, para esclarecer sobre os investimentos em medicamentos e insumos realizados nos últimos dias com recursos no valor de R$ 10 milhões, resultado também de medidas adotadas que visam à economia. "Nesses dois últimos meses, a nova gestão da Fundação Hospitalar, por determinação do governador Jackson Barreto, reduziu diversos contratos, rescindiu outros, exonerou diversos cargos, o que proporcionou economia", explicou o diretor geral.
A economia proporcionou a compra de medicamentos e insumos suficientes para abastecer a rede hospitalar da FHS nos próximos dois meses, além de permitir que a gestão faça o planejamento dos itens para 2014. "Isso dá uma tranquilidade à gestão e ao usuário porque a partir de agora, além de estarmos com a rede abastecida, podemos planejar nos próximos dias todo o ano de 2014", destacou.
Após a estrutura de armazenamento e estoque dos medicamentos e insumos, os presentes conheceram o novo sistema de controle online dos estoques de medicamentos. "Esse software foi desenvolvido por técnicos da Fundação", explicou o diretor administrativo financeiro da FHS, André Marques. "O sistema permite a comunicação entre as unidades hospitalares e a Celog em tempo real e vai permitir também visualizar o que está faltando ou que poderá faltar, ou não", destacou.
André Marques demonstrou o sistema passo a passo. "Esse novo sistema possibilita ver na tela o lote, a validade, a quantidade, o dia da entrega e até o preço unitário de cada medicamento ou insumo", falou.
Ele acrescentou que o controle de estoque em tempo real otimiza o atendimento e consequentemente vai gerar economia nas compras, pois evita desperdícios. "É uma medida importante, pois a partir do momento que são adotados sistemas de controle é possível gerenciar melhor o estoque, acabando com os eventuais desabastecimentos que possam ocorrer na rede hospital", ressaltou.
"O sistema é uma ferramenta ágil que vai evitar a falta de medicamentos e insumos. Com ele podemos saber se determinado medicamento foi consumido em qualquer unidade hospitalar da Fundação e promover a reposição desse item", detalhou o coordenador de TI da FHS, Cláudio 

Nenhum comentário:

Postar um comentário