segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Banese lança campanha de combate ao trabalho infantil no pré-caju‏

“Não deixe a sua festa acabar com a brincadeira delas” é com essa mensagem que o Banco do Estado de Sergipe (Banese), conforme acordado em Ação Civil Pública promovida pelo Ministério Público do Trabalho em Sergipe (MPT-SE), busca desestimular o trabalho de crianças e adolescentes durante a realização do Pré-caju 2014. Para conscientizar a população foi lançada no último sábado, 18, uma campanha com o tema “Diga não ao Trabalho Infantil”.


De acordo com o procurador do Trabalho, Maurício Coentro Pais de Melo, durante este período é comum ver crianças vendendo bebidas alcoólicas, doces e recolhendo latinhas. Com a ação, o MPT busca inibir a utilização de mão de obra de crianças e adolescentes, ainda que remunerada.

A realização da campanha de cunho educativo, faz parte do cumprimento de um acordo judicial, firmado em uma ação movida pelo MPT, em face do Banese. O banco descumpriu o que estava previsto em Termo de Ajustamento de Conduta celebrado com o MPT, no que se refere ao registro de ponto dos funcionários, que era feito manualmente, sem que houvesse controle adequado da jornada de trabalho, intervalos e horas extras.

Com a assinatura do Acordo, além de valores reversíveis ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), o Banese se comprometeu a instalar o sistema eletrônico de registro de ponto, além de pagar multa utilizada em duas campanhas publicitárias educativas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário