quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

TCE empossa a novo presidente e Mesa Diretora para o biênio 2014/15


Em sessão extraordinária ocorrida na manhã de hoje foi empossada a nova Mesa Diretora do Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE) para o biênio 2014/15. Sucedendo o conselheiro Carlos Alberto Sobral de Souza, o conselheiro Carlos Pinna de Assis irá ocupar pela terceira vez a presidência do órgão a partir do dia 02 de janeiro de 2014. Ao seu lado na direção da Casa estarão os conselheiros Clóvis Barbosa de Melo e Ulices Andrade, empossados nos cargos de vice-presidente e corregedor-geral, respectivamente.

Ao antecipar algumas das suas metas, o novo presidente enalteceu as conquistas obtidas pela gestão do seu antecessor e assegurou que irá ampliá-las, sobretudo no âmbito das ações pedagógicas empreendidas pela Escola de Contas, aproximando cada vez mais o TCE da sociedade.

"Vamos dar continuidade ao trabalho magistral desempenhado pelo presidente Carlos Alberto Sobral de Souza. Estamos vivendo lamentavelmente uma fase de cortes, em decorrência do tempo, das dificuldades orçamentárias e financeiras que o Brasil está atravessando, mas dentro desse quadro restritivo, vamos seguir com essa visão de aproximação do Tribunal com a sociedade", destacou.

No decorrer da sessão, Pinna foi saudado pelo conselheiro Carlos Alberto, que disse ter "certeza de que suas qualidade morais e intelectuais deixarão o Tribunal em melhor situação do que aquela em lhe entrego".

Já o conselheiro Luiz Augusto Ribeiro, ao ser designado para falar em nome do colegiado, afirmou não ter dúvida de que a próxima gestão será exitosa. "Todos nós conhecemos o compromisso e a sinceridade que o conselheiro Carlos Pinna conduz os trabalhos aqui no Tribunal. Que seja uma administração de grande significado", colocou.

Representando o Ministério Público de Contas, o procurador-geral José Sérgio Monte Alegre também parabenizou a nova Mesa e fez uma referência especial ao conselheiro Carlos Pinna: "Sempre tive uma sincera admiração pela sua vocação jurídica, pela sua projeção nacional e pela sua linhagem paterna", revelou Monte Alegre, remetendo ao legado do pai do próximo conselheiro-presidente, o desembargador Antônio Xavier de Assis Júnior, falecido em novembro de 2003.

Novo vice-presidente da Casa, o conselheiro Clóvis Barbosa também ressaltou o novo momento vivenciado pelo Tribunal. "O TCE está se transformando numa instituição que se aproxima cada vez mais do povo e temos que continuar assim. Nossa perspectiva é de que o Tribunal continue cada vez mais transparente", pontuou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário