quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Governo quer reduzir venda de produtos com agrotóxicos

A parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES), através da Diretoria de Vigilância Sanitária (Divisa), e a Associação Sergipana de Supermercados (ASES), para reduzir o consumo de alimentos hortifrutigranjeiros com índices inaceitáveis de agrotóxicos ou com produtos proibidos, resultou no lançamento do programa de Rastreabilidade e Monitoramento de Alimentos (Rama) em Sergipe.


Desenvolvido pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras), o Rama foi apresentado aos sergipanos ontem, em uma ação educativa no supermercado Extra, em Aracaju. O objetivo do programa é informar a origem dos alimentos vendidos pelos supermercados aos consumidores e para a Vigilância Sanitária, que coordena o Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA), da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em Sergipe.

Com um smartphone, através da tecnologia QRCode, é possível que o consumidor acesse as informações de procedência de cada um dos produtos que pretende levar para casa. Os produtos que fazem parte do Rama são: abacaxi, banana, batata, beterraba, cebola, couve, goiaba, laranja, maça, mamão, manga, morango, pepino, pimentão, repolho e uva.

“Estamos colocando em prática tudo o que foi planejado em rastreabilidade. A Vigilância Sanitária faz um trabalho de abordagem para orientar a população e a ASES apresenta o programa, que tem por intuito inibir o uso exagerado de agrotóxicos”, disse João Luiz Silva Oliveira, presidente da ASES.

De acordo com a gerente de alimentos da Divisa, Rosana Barreto, Sergipe é o terceiro Estado a implantar a rastreabilidade de alimentos. “A maioria dos alimentos comercializados em Sergipe vem de outros Estados e precisamos saber qual é a procedência desses alimentos para que não haja comércio daqueles com índices inaceitáveis de agrotóxico ou com produtos proibidos. Em Sergipe, apenas uma rede fazia espontaneamente a rastreabilidade e, agora, foi ampliada. A fase recente é de adesão dos supermercados ao programa”, disse.

A aposentada Maria Lúcia diz que “essas ações e programas orientam muita gente que não tem nenhum conhecimento sobre os agrotóxicos. Muitas doenças estão relacionadas aos alimentos que consumimos”.

A ação de apresentação do Rama e o trabalho educativo da Divisa com a população continua na manhã desta quinta-feira, 5, a partir das 9 horas, na loja do GBarbosa localizada no Shopping Jardins, em Aracaju.

Nenhum comentário:

Postar um comentário