sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Gilson Andrade denuncia falta de contraste para tomografia no Hospital João Alves


Na tribuna da Assembleia Legislativa, o deputado Gilson Andrade (PTC) denunciou, na sessão desta quinta-feira, dia 12, a falta de contraste para a realização de tomografia no Hospital João Alves Filho, o maior hospital da rede pública de Sergipe. O parlamentar classificou a situação relatada como descaso. De acordo com ele, há mais de uma semana falta o contraste para a realização desse tipo de exame nos pacientes internados no setor de Oncologia e Trauma.

 

Gilson Andrade, que também é médico, observou que essa substância é fundamental para que a equipe médica realize a tomografia, destacando que também há pacientes aguardando a realização desse exame para avaliação diagnóstica para o devido tratamento e até mesmo saber se será necessário ou não fazer intervenção cirúrgica. “E a Fundação Hospitalar de Sergipe, que é quem administra os hospitais, não tem planejamento, porque como é que se admite deixar faltar uma substância indispensável para tomografia há mais de uma semana”, questionou.


O deputado disse que recebeu telefonema de pacientes e familiares clamando para que ele pudesse intervir junto à Fundação para que se tenha a substância e os pacientes possam fazer a tomografia o mais rápido possível. “Já não basta aparelho de radioterapia sem funcionar, fila imensa de pacientes esperando tratamento, elevadores muitas vezes com defeito, sem funcionar, e agora falta contraste para que as tomografias possam ser realizadas. Essa é a situação dramática que vive hoje o setor de urgência e emergência do Hospital João Alves Filho”, declarou o parlamentar.
 

Gilson Andrade ironizou dizendo que talvez seja preciso o governo criar o “programa mais contraste” – numa referência ao programa do governo federal “Mais Médicos” -, para que os pacientes sejam atendidos a contento e tenham seu diagnóstico o mais rápido possível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário