terça-feira, 19 de novembro de 2013

Semarh emite Estado de Alerta sobre chuvas fortes no Estado



Uma nova formação de chuvas, com característica de forte à moderada, está estacionada sobre o Estado de Sergipe desde as 11h da manhã desta terça-feira, dia 19. Essa atual condição do tempo preocupa os meteorologistas da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), que já emitiram à Defesa Civil  um   Boletim de Estado de Alerta. No boletim é dito que as fortes chuvas poderão durar em todo Estado de Sergipe até amanhã, dia 20.


A condição de formação de chuvas fortes em Sergipe estava prevista para ocorrer nesta última segunda-feira, quando houve a dissipação das nuvens, afastando as chuvas sobre o Estado, explicou  Aline Oliver, meteorologista da Sala de Situação do Centro de Meteorologia da Semarh.

Segundo relata, a mudança repentina do tempo no Estado  foi desenvolvida do mar para a  Costa, que,  por fim, avançou  sobre o Estado.  “São células convectivas, resultante do forte calor e da alta umidade oceânica. Devido a atuação desses sistemas convectivos,  não se descarta a possibilidade de ocorrer localmente pancadas de chuva que poderão vir acompanhadas de ventos fortes, descargas elétricas, acumulados significativos de precipitação em um curto período de tempo. Também não está descartada a ocorrência de eventual queda de granizo”, alerta Aline Oliver.

A meteorologista explicou que a formação das chuvas começou no início da madrugada de forma tímida, sem grandes preocupações. Entretanto, “o quadro mudou de forma significativa por volta das 10h30 da manhã. Chuvas fortes cairão sobre todo o Estado, podendo ser ainda mais acentuada nas regiões do Litoral Norte e Sul, Centro Sul, e Agreste”, aponta Aline Oliver.

Ventos
Ainda nesta terça-feira, os ventos de Leste terão intensidade  de  leve  a moderado, com capacidade de atingir  até 10m/s . As ondas de Sudeste podem chegar até  2,0m de altura no centro do mar. Nesta quarta-feira, as ondas podem chegar até 2,5m, com tendência de  agitação marítima no Litoral Sergipano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário