quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Seed pode punir professora que expôs alunos no Facebook

A atitude da professora da rede estadual Maira Magno é reprovada tanto pela Secretaria de Educação do Estado (Seed) quanto pelo Sindicato dos Servidores em Educação do Estado de Sergipe (Sintese). A professora causou polêmica após publicar uma série de postagens em sua página pessoal no Facebook, onde expõe provas dos estudantes com diversos erros de português. O material identificava os alunos por nome e série. A docente iniciou na última segunda-feira uma série de publicações intitulada “Fechem as escolas públicas”. Ela ainda falou mal dos alunos e os comparou a tatus-bola. 



Facebook/Reprodução
A professora, que ainda está em estágio probatório, será submetida à abertura de processo administrativo disciplinar, segundo informou a assessoria de Comunicação da Seed. A assessoria informou ainda que o secretário de Educação, Belivaldo Chagas, reprova a atitude da professora. “A abertura desse processo tem por objetivo apurar o que está ocorrendo para que seja possível tomar as providências cabíveis. Ela ainda está em estágio probatório, foi nomeada em 14 de janeiro deste ano. O secretário desaprova totalmente os comentários postados no perfil do Facebook”, disse a assessoria.


O diretor do Sintese, Joel Almeida, falou que esta é uma conduta a ser reprovada. “Acredito que ela deve estar passando por um momento muito delicado na vida dela, mas, infelizmente, as postagens não condizem com o trabalho de uma professora e de uma servidora pública. Foi uma postura inadequada e por ter exposto o nome dos alunos acredito que ela deve fazer uma retratação pública sobre o que ocorreu, tanto para os alunos, professores e toda a sociedade, até para que ela possa prosseguir com sua carreira”, comentou Joel.



Continue lendo no Jornal da Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário