segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Márcio Macêdo: “Rogério deveria respeitar Déda e me respeitar”


O deputado federal Márcio Macêdo, candidato a presidente estadual do PT, defendeu ontem que o debate no Processo de Eleições Diretas (PED) se dê de forma respeitosa e dentro do campo das ideias, sem ofensas pessoais ou baseado em inverdades. Neste sentido, o parlamentar repudiou a acusação feita pelo seu adversário na eleição interna do PT, o deputado federal Rogério Carvalho, relacionada ao governador Marcelo Déda.

“As declarações de Rogério Carvalho demonstram arrogância e prepotência. Ele já vai baixando o nível do debate e agredindo. Não liguei pra Déda para pedir voto e nem fui visitá-lo pra pedir voto. Sou do mesmo campo político de Déda do PT, que é fundador do partido e tem o direito de escolher o candidato que tem o melhor perfil. Tenho muita honra de receber o voto dele. Peço que Rogério Carvalho respeite o momento de saúde do governador, mas lembre que Déda está doente, mas está vivo. Tem história dentro do PT e direito de exercer sua cidadania petista, pedir votos e expressar conceitos e opiniões. Rogério, respeite a história de Déda e a minha”, afirmou Márcio ontem , em entrevista ao radialista George Magalhães, da Megga FM.

Neste sentido, Márcio Macêdo propôs que o debate entre ele e Rogério Carvalho, no segundo turno do PED, seja “limpo, dentro do campo das ideias e concepções de futuro para o PT”. “Rogério Carvalho não apresentou uma proposta sequer para o partido ao longo do PED. Proponho que façamos um debate de caráter ideológico, de construção partidária, uma vez que este PED vai passar, iremos ficar e teremos que ter maturidade para construir a unidade”, afirmou.

Ana Lúcia
Já na entrevista concedida ao radialista Gilmar Carvalho, da Ilha FM, também na manhã de ontem, o deputado destacou a importância da Articulação de Esquerda para o projeto e disse que irá buscar o apoio da deputada estadual Ana Lúcia (terceira colocada na disputa) para a nova etapa do PED, frisando sua disposição em dialogar com o agrupamento que ela representa, para construir a unidade no PT.

“A Articulação de Esquerda e a deputada Ana Lúcia demonstraram que tem um percentual de filiados significativo que acompanham suas teses. Eles terão um peso importante no processo de disputa do segundo turno. Vamos conversar com eles, dentro de uma discussão programática para o partido, de concepção, dos métodos, sobre a linha política e o modelo de organização para os próximos quatro anos. Vamos ouvi-los e debater no sentido de um novo projeto político, como já vinha defendendo no primeiro momento do PT, em que as decisões sejam tomadas de forma horizontalizada, respeitando a militância, as forças políticas constituídas”, ressaltou.

PED
Márcio Macêdo destacou também a importância do Processo de Eleições Diretas. “O PED fortalece o PT e só reforça a contribuição significativa que o partido dá para a democracia do país”, disse. Ele também agradeceu o apoio da militância e das lideranças que o colocaram no segundo turno. “O meu sentimento é de gratidão por todos que votaram em mim e acreditaram nas nossas propostas, que entendem a importância de defender o legado do partido para este país e para o Estado e que acredita na construção coletiva para o futuro. Há um equilíbrio das forças internas. A eleição está zerada. Vamos trabalhar, corrigir os erros, reforçar os acertos e dialogar intensamente com a nossa militância. Estou muito otimista”, frisou.


Leia também:

 

Deputados discutem uso dos royalties do petróleo para valorizar professores

 

Prefeitura diz que obras na 13 de juho começam hoje

 

Emmanuel Nascimento: “Existem muitas construções irregulares em Aracaju”

 

Fames convida prefeitos para participarem da próxima Mobilização Permanente

 

Governo parcela dívidas de IPVA, ICMS e isenta motos de até 125cc

 

Ministério Público abre processo seletivo para estagiários de direito

 

Governo de Sergipe pode atrair, pela primeira vez, uma termoelétrica

 

Ipea sugere criação de nova lei de licitações

 

Sergipe registra 392 casos de leptospirose nos últimos 6 anos

 

Lei que facilita extradição de criminosos é sancionada

 

IBGE revela: Aracaju, a cidade com menos favelas no Brasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário