segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Jackson Barreto participa do lançamento de Telemedicina da UFS



Sergipe conta a partir desta segunda-feira, 4, com atendimento médico especializado na área infantil. Com a presença do governador em exercício, Jackson Barreto, o reitor da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Ângelo Antoniolli, inaugurou o equipamento do projeto de Telemedicina que está implantado na cidade de Lagarto e Tobias Barreto.



No campus de Ciências da Saúde de Lagarto, Jackson Barreto teve a oportunidade de participar ‘ao vivo’ de uma conversa realizada por meio de monitores entre médicos das duas cidades sergipanas, além de médicos de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e um representante da Cisco do Brasil, subsidiária da Cisco Systems, empresa norte-americana de tecnologia da informação que fornecerá suporte para a instalação da rede de Telemedicina. A rede Cisco de telemedicina só existe nos Estados Unidos, Jordânia, China e no Brasil, apenas em Sergipe.



Os médicos que atuarão no hospital de Lagarto, por exemplo, poderão acionar professores-médicos da UFS, que atuam no Hospital Universitário para consultas a doentes, nos casos mais complicados. A consulta será feita ao vivo, com o paciente presente e conversando, junto com seu médico, com o pessoal que vai estar em Aracaju. A medida vai evitar transportar doentes da região para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), aprimorar a infraestrutura de comunicação para telesaúde e promover a integração dos projetos existentes na área. Com a implantação da rede, professores e estudantes poderão realizar também teleconferências e desenvolver intercâmbio com outros centros de conhecimento .



Para o governador em exercício, Jackson Barreto, o trabalho pioneiro irá atender e melhorar a saúde em Sergipe. “Fico impressionado com esse programa. Assim temos a certeza que a tecnologia bem orientada serve ao homem”, destacou.



Ele ainda lembrou que o projeto faz integração perfeita com o programa Mais Médico. “No futuro, poderemos utilizar essa tecnologia para qualificar melhor os profissionais da área da saúde, sejam eles brasileiros ou do exterior. O importante são as novas tecnologias trazidas para Sergipe, em favor da saúde, do homem e de forma específica nesse primeiro momento, em favor das crianças”.



Jackson também elogiou o trabalho do reitor da UFS, Ângelo Antoniolli. “Feliz é o estado que tem uma universidade tão integrada à vida do estado e com um reitor tão entusiasmado. Eu só acredito nas coisas para avançar quando você põe e expõe o seu coração nas coisas que faz. O reitor faz isso e faz querendo avançar mais do que o tempo”.



O reitor da UFS, Ângelo Antoniolli, iniciou seu discurso agradecendo o apoio do governador em exercício. “O senhor governador tem percebido o potencial da universidade e tem trabalhado para que possamos estar junto da população. Não podemos manter a universidade isolada e afastada da sociedade, precisamos romper os muros usando a tecnologia”.



Ele ainda falou da parceria entre a instituição e o Governo do Estado. “Podemos fazer da universidade um grande referencial que pondere as políticas públicas sergipanas em todas as áreas. Essa unidade quem ganha é o povo de Sergipe, pois estamos instalado um serviço hoje, que não vai só atender, mas também será um serviço multiplicador”, observou o reitor.



O diretor geral do Campus de Ciência da Saúde da UFS, localizado em Lagarto, Mário Adriano dos Santos ressaltou que a Telemedicina é um projeto que irá apresentar soluções que visa minimizar os males da sociedade, principalmente das crianças. “Estamos encurtando as distâncias entre crianças de cidades distantes. Se essa solução testada pela universidade, se mostrar com êxito e redutora de custos e de melhoria na qualidade de vida das pessoas, ela com certeza receberá o papel dos agentes públicos para se espalhar para outras cidades”, vislumbrou.



Representando a Cisco, Flávio Provedel relembrou da sua alegria de trazer o projeto que vai conectar o Brasil. “Há uma ano a Cisco definiu que o projeto viria para a América do Sul e eu fiquei feliz quando soubemos que viria para o Brasil e para a região Nordeste. Com esse projeto estamos conectando o sistema de saúde. Muitas coisas hoje estão conectadas a nossa volta. Quanto mais conectividade, mais produtivo o mundo é”.



Presenças

Participaram do evento os deputados federais, Rogério Carvalho e Fábio Reis; os prefeitos de Lagarto, Lila Fraga, e de Tobias Barreto, Dilson de Agripino; o ex-prefeito de Lagarto Cabo Zé; os vereadores de Lagarto, Walmir de Carminha, Fábio Franklin, Jocelmo de Antônio Simões, Adson do Leite e Claudio de Dona Leu.



Leia mais:
















 

Nenhum comentário:

Postar um comentário