sábado, 9 de novembro de 2013

Governo parcela dívidas de IPVA, ICMS e isenta motos de até 125cc

De maneira simplificada, o cidadão acessa o site da Secretaria de Estado da Fazenda e realiza todo o processo de negociação



O Governo do Estado de Sergipe flexibilizou a lei que trata do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e abriu condições para o cidadão que possua algum débito (até 1º de janeiro de 2013) negocie o pagamento do imposto até o dia 30 de dezembro deste ano. O Programa de Recuperação de Créditos da Fazenda Pública Estadual (Recuperar), criado para viabilizar a negociação de débitos de ICMS e ITD foi ampliado para integrar também o IPVA.

De maneira simplificada, o cidadão acessa o site da Secretaria de Estado da Fazenda e realiza todo o processo de negociação, desde a visualização do valor do débito até a impressão do documento para pagamento no banco. O governo está concedendo até 48 meses para parcelar a dívida, mas se a opção for pelo pagamento à vista o cidadão terá redução de 95% das multas por atraso e de 80% dos juros.

Isenção para motos até 125cc
O Governo do Estado também beneficiou os proprietários de motos com potência de até 125 cilindradas. A partir de janeiro, esses veículos estão automaticamente isentos do pagamento do IPVA e os débitos anistiados. A medida beneficia 60% do total de motos existentes no Estado, pois, das 209.819 motos cadastradas 125.067 são de até 125 cc. Com a lei que trata da isenção do imposto e perdão das dívidas, o governo se mostra sensível a uma demanda dos motociclistas principalmente do interior que, em muitos casos não tinham condições de legalizar suas motocicletas diante do alto valor das dívidas dos licenciamentos e impostos vencidos. Medida só começa a valer a partir de 1º de janeiro de 2014 para motos de até 125 cc para débitos referentes a dezembro de 2012. A isenção do imposto ratifica o empenho de Marcelo Déda e de  Jackson Barreto em estimular a mobilidade urbana. A assinatura da medida ocorreu em abril.

ICMS e ITD
Para quem tem dívida de ICMS ou Imposto sobre Doações, chamado de ITD, o Recuperar oferece condições semelhantes para quitação: descontos de até 95% das multas e 80% dos juros e prazo de parcelamento de até 120 meses para o caso do ICMS e 60 meses para o ITD. A adesão ao programa para negociação dos débitos de ICMS e ITD pode ser feita até o dia 29 de novembro, de forma simplificada pela Internet, desburocratizando a negociação.

De acordo com o secretário de Estado da Fazenda, Jeferson Passos, o Programa Recuperar possui o viés da arrecadação no sentido de incrementar receita, mas tem também o viés do estímulo à regularização de contribuintes que estão sob restrição na Sefaz. “O governo entende que a judicialização de processos de cobrança não favorece a nenhuma das partes, pois o Tesouro estadual demora para receber o que lhe é devido e o contribuinte sofre penalidades durante esse período que restringem a atividade da empresa e cria contratempos para o cidadão. O que interessa ao Estado é receber os tributos e trazer à regularidade o contribuinte”, declarou.     

O secretário acrescentou que o governo trabalha na direção do incremento das receitas estaduais, com ações integradas com a PGE e o Ministério Público Estadual e inclusão de devedores no Cadin Estadual e no Serasa, mas realiza em paralelo investimentos na modernização do Fisco para combater a sonegação fiscal com mais eficiência e a eficácia.




Leia também:

 

Deputados discutem uso dos royalties do petróleo para valorizar professores

 

Prefeitura diz que obras na 13 de juho começam hoje

 

Emmanuel Nascimento: “Existem muitas construções irregulares em Aracaju”

 

Fames convida prefeitos para participarem da próxima Mobilização Permanente

 

Governo parcela dívidas de IPVA, ICMS e isenta motos de até 125cc

 

Ministério Público abre processo seletivo para estagiários de direito

 

Governo de Sergipe pode atrair, pela primeira vez, uma termoelétrica

 

Ipea sugere criação de nova lei de licitações

 

Sergipe registra 392 casos de leptospirose nos últimos 6 anos

 

Lei que facilita extradição de criminosos é sancionada

 

IBGE revela: Aracaju, a cidade com menos favelas no Brasil

 

2 comentários: