segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Fórum em Defesa da Grande Aracaju convida para o ato público contra o aterro do rio Sergipe

A obra realizada pela prefeitura de Aracaju no leito do Rio Sergipe se constitui em um dos maiores crimes ambientais da história de Aracaju. Ela está sendo realizada, inclusive, sem os estudos de impactos ambientais estabelecidos por lei. Os movimentos sociais abaixo assinado se reuniram e deliberam por promover, na manhã da próxima terça-feira, 26, na Avenida 13 de Julho, um ato de repúdio à realização da obra. O início das ações se dará a partir das 5h30m. A concentração de nossas atividades será no mirante da 13 de julho, a primeira de uma série de ações que promoveremos com os objetivos de informar e mobilizar a sociedade sobre o que essa obra representa assim como buscar a sua imediata suspensão.


O Fórum em Defesa da Grande Aracaju em conjunto com os movimentos sociais que constroem o ato convida a população sergipana para participar deste grande ato. Participam desta organização a Central Única dos Trabalhadores (CUT), o Movimento Popular Ecológico de Sergipe (MOPEC), a Associação Desportiva, Cultural e Ambiental do Robalo (ADCAR), a Associação dos Moradores do Bairro América (AMABA), o Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário de Sergipe (SINDIJUS), o Instituto Sílvio Romero, o Instituto de Cidadania e Meio Ambiente, o Movimento Organizado dos Trabalhadores Urbanos (MOTU), o Ciclo Urbano, o Coletivo Seja Realista, Exija o Impossível, o Movimento Não Pago, o Vereador Doutor Emerson (PT), o Vice-Prefeito da Barra dos Coqueiros Cláudio Barreto (Caducha) (PT), o mandato da deputada Ana Lúcia (PT), a ex-candidata a prefeita de Aracaju Vera Lúcia (PSTU), representantes do PSOL e estudantes universitários. Essa tomada de posição por partes das organizações sócio ambientais de Sergipe, também contam com o irrestrito apoio da RMA – Rede de Ongs da Mata Atlântica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário