sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Emmanuel cobra mobilização da Câmara em defesa da Zona de Expansão



O vereador Emmanuel Nascimento (PT) usou a Tribuna na manhã de ontem para cobrar dos colegas parlamentares mais ação quanto à situação dos moradores da Zona de Expansão, que por decisão judicial passou a ser do muontem que fala sobre a situação a área. 


Em seu discurso, Emmanuel chamou atenção dos colegas. Ele disse que a questão dos moradores da Zona de Expansão, também é um problema dos vereadores, e que por isso, o parlamento municipal precisa comandar esse processo, ir para a Zona de Expansão discutir com o povo. Nascimento informou que apresentou um requerimento para que os vereadores possam fazer uma audiência pública na comunidade com a presença de todos os vereadores.

“Essa é uma das demonstrações que o Poder Legislativo vai se envolver fortemente com a questão da Zona de Expansão. Aquele localidade já recebeu diversos investimentos do município de Aracaju, nas áreas da saúde, educação, urbanização, drenagem. Enfim, Aracaju sempre investiu naquela área, sempre preocupado em melhorar a qualidade de vida daquele povo. É preciso que os vereadores desta Casa, independente de partido, faça uma mobilização em defesa daquele território, pois o município de São Cristóvão não tem condições de fazer nenhum investimento ali”, frisou.

Emmanuel falou ainda dos bairros Santa Lúcia e Jabutiana, que segundo o parlamentar, parte desses bairros pertencem a São Cristóvão e por isso vivem em completo abandono. O parlamentar disse ainda que a prefeitura de São Cristóvão quer ficar com esses bairros, mas não quer investir, e o povo vai acabar sofrendo mais do que está agora.

“O vereador Max Prejuízo fez inclusive uma denúncia, apresentou requerimento que foi aprovado por essa Casa para que faça um plebiscito naquela área. Acredito que deve ser feito um plebiscito também dos moradores do Eduardo Gomes, que eles também querem pertencer a Aracaju, porque a situação é caótica, é difícil, a gente vê os escândalos que acontecem na Prefeitura de São Cristóvão”, pontuou.

Em aparte o vereador Agamenon Sobral (PP) disse que achou importante o comentário do colega parlamentar, e disse que o grande problema da comunidade é não saber a quem pertence. “O prefeito João Alves com um projeto excelente para poder servir aquela comunidade, mas, impossibilitado de fazer qualquer benefício pois a Justiça disse que a área pertence a São Cristóvão. São Cristóvão, uma cidade em calamidade, sem condição nenhuma de manter essa área. Eu acho que seria interessante que esta Casa também se movimente para que o plebiscito seja viabilizado o mais rápido possível”, declarou.

O vereador Max Prejuízo (PSB) parabenizou Emmanuel pelo pronunciamento, e declarou que concorda que Aracaju e a Câmara Municipal precisa ter a atitude de ir à Zona de Expansão, de realizar uma audiência pública. “Não há sentido ficarmos omissos. Esse debate precisa ser dessa Casa também. O PSB está no plebiscito, está torcendo que Aracaju continue com a Zona de Expansão, mas também respeitamos a prefeita de São Cristóvão que é natural que ela defende os interesses dela. Valadares Filho está em campanha, colocou o posicionamento dele, que é o mesmo daquela população”, disse.

Emmanuel informou ainda que há caso de pessoas que ingressaram na justiça para pagar o IPTU de São Cristóvão. “Como é que moramos em Aracaju, sabemos da importância disso, e deixamos de pagar o IPTU daqui, para pagar o de São Cristóvão? E é justamente por causa dessas questões judiciais que essa questão está sendo discutida. Por isso a Câmara precisa se mobilizar, pois quem representa o povo é a Câmara Municipal. A Câmara deve trabalhar para defender esse povo”.

O vereador Jailton Santana (PSC) disse que é grande a preocupação dos moradores. “Eles irão fazer uma mobilização, irão bloquear amanhã, a partir das 9h, a Melício Machado, sentido praia, e também a Rodovia José Sarney. Eles irão fazer um bloqueio para reivindicar que a população apoie a Zona de Expansão e sua permanência na capital sergipana”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário