quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Em audiência pública, Valadares Filho destaca atuação de boxeadores sergipanos


Em audiência pública ocorrida ontem, para discutir a valorização do Boxe Olímpico Brasileiro, o deputado Valadares Filho (PSB), presidente da Comissão de Turismo e Desporto (CTD), indagou sobre quais os desafios enfrentados pelo Boxe e as perspectivas dessa modalidade esportiva para as Olímpiadas em 2016. “A minha pergunta é se, após as Olímpiadas em 2016, teremos um cenário melhor para o Boxe Olímpico no Brasil?”, indagou.    



Valadares Filho disse que há atletas sergipanos que tem se destacado nessa modalidade esportiva. Esses atletas têm contado com a sensibilidade do secretário de esporte, Maurício Pimentel, que mesmo com a limitação de recursos vem, por meio do governo do Estado, apoiando os boxeadores sergipanos.“Em Sergipe, temos dois boxeadores de sucesso, Carlos Rafael, o Carlinhos, e o Cássio, que vem ocupando posições de destaque no cenário do Boxe e necessitam de mais apoio”.


Ao responder o deputado Valadares Filho sobre quais as perspectivas do Boxe para as Olímpiadas em 2016, o gerente-geral de performance esportiva do Comitê Olímpico Brasileiro, Jorge Bichara, disse que foi desenvolvido um planejamento estratégico junto com as federações e se estabeleceu de potencial de resultado em 2016. “O objetivo desse trabalho é melhorar a performance do Boxe Brasileiro em jogos olímpicos”, disse Bichara.


Outra questão levantada pelo deputado sergipano foi em relação ao bolsa pódio, programa do Ministério do Esporte que visa beneficiar atletas de alto rendimento que já ganharam medalhas. “Gostaria de saber como essa bolsa tem beneficiado os atletas do Boxe?”.


O deputado Acelino Popó (PRB-BA) esclareceu que o programa Bolsa Pódio somente existe no papel, pois os atletas não estão recebendo o beneficio. “O Boxe Olímpico perdeu dois dos seus melhores atletas porque não receberam o beneficio”, lamentou Popó.


Nenhum comentário:

Postar um comentário