segunda-feira, 4 de novembro de 2013

CDL prevê criação de 2 mil empregos temporários para o fim de ano

Dados e estudos realizados pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), mostra que 233 mil trabalhadores temporários devem ser contratados até dezembro, por conta das “festas de final de ano”. Em Sergipe, segundo previsão da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), é a de que cerca de 2 mil trabalhadores sejam absorvidos pelo comércio e setor de serviços. “As lojas já estão recebendo currículos e algumas já treinando pessoal”, registra Samuel Schuster, presidente da entidade.


Para ele, o emprego dessas pessoas deve lograr êxito, principalmente, nas grandes lojas de departamento instaladas no Centro de Aracaju, shopping Center e também no ramos de sapatos, brinquedos, eletroeletrônicos e confecções.

Schuster revela ainda que o aquecimento de empregos temporários começa a se efetivar a partir da segunda quinzena de novembro. “O movimento cresce também em função de que grande parte das pessoas já recebe a primeira parcela do 13º e as lojas necessitam de trabalhadores para dar conta da demanda em vendas”, diz.

“Nessas contratações, que deve ficar entre 1.500 e 2.000 trabalhadores, de 10 a 20% devem se tornar efetivo após as festas de fim de ano, gerando uma boa expectativa para milhares de pessoas e famílias”, aponta o presidente da CDL.

Nenhum comentário:

Postar um comentário