segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Temporal derruba árvore e destrói 4 casas em Itaporanga; prefeitura aluga casas para famílias desabrigadas


A prefeitura de Itaporanga D’Ajuda, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, adotou as primeiras medidas de assistência às quatro famílias que perderam suas casas, devido a queda de uma árvore na tarde deste domingo (13) por causa das fortes chuvas.

As quatro famílias moradoras da Rua da Bica de Cima, no Bairro da Estação, perderam casa e toda mobília com a queda da árvore que ficava atrás das residências. No momento da queda um idoso conseguiu sair de uma das casas com a ajuda do filho. O idoso sofreu ferimentos leves.

A prefeita Maria das Graças (Gracinha) e os secretários municipais de Obras e Assistência Social estiveram no local logo cedo para prestar solidariedade às famílias e assistência às vítimas. De imediato a prefeita determinou que a Secretaria de Assistência Social transferisse as famílias para casas alugadas pelo município.

Inicialmente, uma família será contemplada com uma das casas populares da prefeitura, enquanto as demais terão suas residências reconstruídas. A Secretaria de Obras está preparando todo o levantamento necessário para em seguida dar início as obras de reconstrução das casas.

De acordo com a médica Elma Amorim, uma das coordenadoras da Secretaria Municipal de Assistência Social, o município adotou as medidas necessárias de assistência às famílias desabrigadas.  

“Já abrigamos as quatro famílias em casas alugadas pela prefeitura. Estamos agora aguardando o relatório social para avaliarmos outras medidas de assistência social, caso seja necessário. O importante é que a prefeitura tomou as devidas providências, inclusive dando toda assistência nas áreas médica, social e farmacêutica com a distribuição de medicamentos”, explica Elma. 

A prefeita Gracinha lamentou o ocorrido e colocou toda a estrutura da prefeitura à disposição das famílias. Segundo a prefeita, a administração municipal continuará dando toda a assistência necessária às famílias.

“Queremos prestar a nossa solidariedade as quatro famílias que perderam tudo por causa da queda dessa árvore. Estamos colocando a prefeitura à disposição das famílias, inclusive, já transferimos todas elas para as casas alugadas pela prefeitura. Determinei também que as Secretarias de Obras e Assistência Social façam um levantamento técnico e social para que possamos iniciar as obras de reconstrução das casas. Nossa gestão fará o que for possível para diminuir a dor e o sofrimento dessas famílias”, diz Gracinha.

Os técnicos da prefeitura estão visitando os locais mais afetados pelas chuvas e orientando a população a tomar algumas medidas de segurança.

Alerta da Defesa Civil

A Defesa Civil de Sergipe emitiu alerta aos moradores dos povoados Tapera, Saco, Telha, Fazenda Belém, Fazenda Escurial, Fazenda Camaçari, Fazenda Dira, Quinongá, Fazenda Itaperoá, Centro da Cidade, Fazenda Mosquito, Rua da Palha, Rua do Cemitério e das proximidades do Rio Vaza Barris, para que levantem seus móveis e fiquem em alerta.

A Defesa Civil recomenda ainda que os moradores busquem abrigo seguro caso o Rio Vaza Barris, próximo à sua residência, aumente repentinamente de volume; mantenham calhas, telhados e bocas de lobo limpos; desliguem e mantenham-se afastados de aparelhos eletro-eletrônicos em caso de temporal com descargas elétricas; desliguem a chave geral da residência em caso de alagamento da mesma, e tenham sempre o contato de um vizinho ou parente para casos de emergência na residência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário