sexta-feira, 25 de outubro de 2013

TCE fará inspeção contábil na Fundação Hospitalar de Saúde


O Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE) fará uma inspeção de natureza contábil para verificar a situação financeira da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS). Assim ficou decidido na sessão plenária de ontem, quando o colegiado acatou a propositura do procurador do Ministério Público de Contas, João Augusto dos Anjos Bandeira de Mello.
 
Conforme o procurador, sua iniciativa foi motivada pelas notícias veiculadas na imprensa sergipana indicando um acúmulo de dívidas na FHS. "Tem saído reiteradamente na imprensa notícias de que a Fundação Hospitalar de Saúde está acumulando um déficit mensal de cerca de R$16milhões e que esse déficit já estaria em R$100 milhões", comentou Bandeira de Mello.

A propositura é no sentido de que a Corte de Contas faça um diagnóstico da situação e, caso necessário, proponha medidas saneadoras. "O objetivo é tentar sanear essa situação deficitária que é preocupante na medida em que, além do endividamento, isso pode estar representando problemas na prestação de serviço público para a população sergipana", acrescentou o membro do parquet de Contas.

Segundo ele, a inspeção deverá focar tanto no pagamento dos fornecedores e eventuais débitos, quanto nos repasses financeiros feitos para a FHS. Com a aprovação do colegiado, o procurador fará a propositura por escrito remetendo-a ao conselheiro Reinaldo Moura, atual responsável pela área de controle e inspeção onde está inserida a FHS. Atualmente de férias, Reinaldo retorna às suas atividades já na próxima semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário