quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Santa Lúcia e Jabutiana não fazem parte de Aracaju


Na manhã de hoje o vereador Max Prejuízo (PSB) utilizou a Tribuna da Câmara Municipal de Aracaju para apresentar as dificuldades enfrentadas pela comunidade localizada nos limites do bairro Jabotiana, em território que hoje pertence ao município de São Cristóvão. Ele considera o local como a nova Zona de Expansão de Aracaju e sugere a inclusão da região na consulta do plebiscito sobre a Zona de Expansão (nas proximidades do Mosqueiro), quando a população decidirá se ela deve pertencer a Aracaju ou a São Cristovão.

“As pessoas que ali moram compraram o sonho da casa própria acreditando que o imóvel ficava em Aracaju. Elas trabalham, estudam e votam em Aracaju, mas pagam imposto à velha capital. Não é justo que São Cristóvão se beneficie do IPTU e de outras rendas, e não retorne em benefícios à comunidade”, apontou Max Prejuízo, informando que já apresentou uma indicação à CMA para que a Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe inclua esta região neste plebiscito.



“Essa região do conjunto Santa Lúcia teve um crescimento grande e muito rápido, o que não tem sido acompanhado pelos serviços que devem ser prestados pelo poder público. Procurado pelos moradores, mesmo não sendo da minha competência como vereador pelo município de Aracaju, eu não poderia ficar omisso. Essa comunidade precisa diariamente, por falta de transporte e também de iluminação, se deslocar por mais de um quilômetro no escuro, no total breu, para retornar às suas casas ao final de um dia de trabalho”, disse Max Prejuízo, ao exibir um vídeo que mostrando o percurso feito pelos moradores.



As principais reclamações da comunidade são a falta de transporte público, segurança e de iluminação na estrada que liga o conjunto Santa Lúcia aos novos condomínios residenciais. A região também carece de unidade básica de saúde e coleta regular de lixo. O parlamentar informou que, durante reunião realizada com os moradores, no último dia 3/10, com a presença do deputado federal Valadares Filho (PSB), apresentou duas soluções possíveis, já que o município de São Cristovão já apontou impossibilidade de resolver o problema devido às dificuldades financeiras que enfrenta.

Intervenção.


A outra possibilidade apresentada pelo vereador Max seria uma intervenção urgente do Governo do Estado e da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) na região, enquanto o plebiscito não acontece. “Ainda na reunião que tivemos com os moradores, o deputado federal Valadares Filho se comprometeu em intermediar uma audiência com o governador em exercício Jackson Barreto, para que com sua sensibilidade, dê uma atenção aos problemas enfrentados por esta comunidade”, disse o vereador. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário