terça-feira, 8 de outubro de 2013

Governo investe mais de R$ 170 mi em reforma de escolas e quadras poliesportivas

O Governo de Sergipe está fazendo uma verdadeira revolução na estrutura física das escolas da rede estadual. Das 368 unidades de ensino, 175 já têm a garantia da execução de melhorias em sua estrutura, o que representa 48% dos estabelecimentos de ensino público estadual. Os investimentos serão de mais de R$ 170 milhões para oferecer conforto e comodidade aos milhares de alunos, professores e servidores das escolas públicas estaduais.


De acordo com o secretário de Estado da Educação, Belivaldo Chagas, o governo já entregou totalmente reformadas e ampliadas 85 unidades, com investimentos de R$ 90 milhões. “Somente em Aracaju, capital do Estado, 24 escolas já foram entregues aos alunos, professores e servidores completamente reformadas, cujos investimentos atingiram mais de R$ 15 milhões”, informou Belivaldo.

Segundo ele, todas as escolas reformadas pelo governo Marcelo Déda recebem um mesmo padrão de qualidade de ambiente escolar, como ventilação, iluminação, piso de alta resistência, acessibilidade, cozinha, despesa, refeitório, pintura, piso tátil, projeto de combate a incêndio e pânico, dentre outros itens.

“O governo de Marcelo Déda não tem medido esforços para garantir escolas confortáveis e bem estruturadas à comunidade escolar. Além das 85 escolas já entregues, 45 escolas estão em reforma, o que vai consumir um investimento de mais de R$ 37 milhões, e 40 encontram-se em licitação para serem reformadas”, reforçou o secretário Belivaldo Chagas.
 

Uma das escolas cujas obras estão aceleradas é a do Colégio Estadual Murilo Braga, tradicional instituição de ensino de Itabaiana. Com a ordem de serviço assinada no dia 16 de agosto pelo governador em exercício, Jackson Barreto, os operários já estão trabalhando para garantir uma grande reforma que possibilitará a oferta dos cursos profissionalizantes em Redes de Computadores e técnico em Móveis, além da recuperação do ginásio de esporte e da quadra coberta da escola. O investimento é de R$ 5.097.526,69.

"Com educação não se gasta; com educação se investe. E este é um investimento do Governo do Estado e do governo federal no sentido de proporcionar à juventude a oportunidade de trabalho", afirmou o governador em Exercício Jackson Barreto.
Os 180 alunos dos cursos profissionalizantes a serem implantados em Itabaiana terão laboratórios de redes, informática com programas específicos, ensaios mecânicos e processos de fabricação moveleira, além de uma biblioteca com acervo específico e atualizado.


Belivaldo Chagas informou ainda que encontram-se em licitação para serem reformadas mais 45 unidades escolares, o que vai absorver um investimento dos tesouros estadual e federal no valor de mais de R$ 72 milhões. “Das 88 escolas da rede instaladas em Aracaju, 39 já passaram ou passarão por intervenções profundas”, acentuou.

Pequena Monta
 Além dessas reformas maiores e estruturantes, a Secretaria de Estado da Educação (Seed) também mantém um contrato no valor de R$ 8.731.592,57, denominado de pequena monta, exatamente para fazer menores intervenções nas unidades de ensino. São reparos nos telhados, nas redes elétrica e hidráulica, pinturas, conserto de muros e outras demandas. Do total do contrato, já foram investidos quase R$ 4 milhões nos reparos de 64 unidades e mais 25 estão em reforma no momento.

Quadras esportivas
O governo Marcelo Déda também está investindo na construção de quadras esportivas, com o objetivo de estimular os jovens a praticar esportes ao disporem de local adequado. Já foi concluída a construção de nove quadras, com investimentos de R$ 3.052.801,88, mais 16 estão em andamento, cuja aplicação de recursos é no valor de R$ 4.129.939,39 e duas estão em licitação.
 

Comemoração 
Os alunos, professores e funcionários das escolas reformadas comemoram os novos espaços. É o caso da merendeira da Escola Estadual Rodrigues Dórea, Madalena Almeida Santos. Há 15 anos trabalhando na unidade de ensino, disse que nunca foi feita uma reforma do tamanho em que o Governo de Sergipe fez. “A escola ficou mais bonita. Foi reformado o telhado, que há tempos estava precisando, e fizeram salas novas, como a sala de computação, que antes não tinha. Fez uma quadra também, e isso melhorou para os alunos”, destacou.

A professora Gilzete Almeida Ferreira, também da Rodrigues Dórea, afirmou que os alunos estão com a autoestima elevada por conta do conforto que agora usufruem. “Os investimentos têm que ser no aluno, na sala de aula, porque é aqui que acontecem as transformações, onde formamos cidadãos. Foi importante para nós professores também, porque quando trabalhamos em condições mais adequadas, nós também rendemos mais. Espero que isso só faça melhorar a educação pública”, acentuou.

O aluno Weslayne Santos Lanza, do 6º ano do ensino fundamental, disse que “A escola ficou boa, organizada, mais confortável. Gostei muito das salas novas, da quadra, de tudo. Agora ficou até mais empolgante para estudar”. 

Luís Inácio dos Santos, também do 6º ano, está entusiasmado com toda a reforma e destacou os ventiladores nas salas de aula que deixam o ambiente mais ventilado e mais confortável. Gostei também dos bebedores novos e carteiras confortáveis. Tudo isso mudou o nosso comportamento para melhor”, afirmou o aluno.

“Achei muito boa essa reforma, tanto para os alunos quanto para os professores. Gostei principalmente das salas novas, mas está tudo mais confortável. Agora dá mais vontade de vir para a escola e estudar”.  A afirmação é da aluna Yasmin Nascimento de Jesus, 6º ano do ensino fundamental.

No Colégio Estadual 24 de Outubro a professora Silvânia da Silva também
Mudou muita coisa. A nossa quadra de esportes está ótima, os alunos agora podem fazer educação física tranquilamente. A escola ficou muito boa, tanto pelo aspecto físico, o estacionamento. Melhorou muito, e os alunos adoraram.

Yam Oliveira, do 4º ano do ensino fundamental, disse que gostou muito da reforma que deixou a nossa escola mais bonita. “Agora dá para a gente estudar melhor e se divertir também. Agora a gente se sente até mais seguro dentro do colégio e o fato de ter uma escola bonita nos incentiva mais nos estudos”.




LEIA TAMBÉM:
















Nenhum comentário:

Postar um comentário