terça-feira, 29 de outubro de 2013

Gastos com animais de estimação vão movimentar mais de R$ 6 bilhões no Brasil

Durante este ano, os brasileiros deverão gastar R$ 6,21 bilhões com animais de estimação, de acordo com estimativas do Pyxis Consumo, ferramenta de dimensionamento de mercado do IBOPE Inteligência. Um dia antes do início da principal feira do segmento pet e veterinário da América Latina, a Pet South America, o IBOPE Inteligência aponta que o consumo por habitante desses produtos será de R$ 40,43 neste ano, 12% a mais do que em 2012.

 
Segundo o Pyxis Consumo, a classe B, que representa 25% dos domicílios do país, tem o maior potencial de consumo: R$ 2,76 bilhões, o que representa 42% do total consumido no Brasil. Em seguida vem a classe C, responsável por 53% dos domicílios em área urbana, com R$ 1,98 bilhão (30% do consumo).  

 Potencial anual de consumo para animais de estimação por classe
Classe
Número de domicílios urbanos
% Domicílios
Potencial consumo (R$ milhões)
% Potencial de consumo
A
1.398.055
2,72
864,23
13,05
B
12.916.180
25,11
2.767,99
41,80
C
27.040.220
52,56
1.980,44
29,91
DE
10.087.588
19,61
1.009,32
15,24
Brasil
51.442.043
100
6.621,98
100
Fonte: Pyxis Consumo – Versão 2013 - IBOPE Inteligência

Ao analisar os gastos por região, o Pyxis Consumo mostra que o Sudeste é a área com maior potencial: 54%. Os gastos totais nessa região serão de R$ 3,60 bilhões, o que representa um consumo anual por habitante de R$ 47,46. A seguir, aparece o Sul, com 17%. O gasto total nesse região é estimado em R$ 1,12 bilhão e o per capita anual, de R$ 47,86, o mais alto do país.

Potencial anual de consumo para animais de estimação por região
Região
Potencial consumo (R$ milhões)
% Potencial de consumo
Consumo per capita R$/hab por ano
Sul
1.126,95
17,02
47,86
Sudeste
3.606,00
54,45
47,46
Nordeste
1.007,90
15,22
25,45
Norte
315,93
4,77
26,04
Centro-Oeste
565,20
8,54
43,80
Brasil
6.621,98
100
40,43
 Fonte: Pyxis Consumo – Versão 2013 - IBOPE Inteligência

Na análise por classe e por região do País, a classe B continua na frente em todas as regiões. No Sudeste, ela será responsável por gastos de R$ 1,61 bilhão. A classe C, também do Sudeste, aparece na sequência, com consumo estimado em R$ 1,06 bilhão. O menor gasto deve ser da população de classe A, residente na região Norte: R$ 43,44 milhões.

Potencial de consumo por classe e região

Região
Sul
(R$ milhões)
Sudeste
(R$ milhões)
Nordeste
(R$ milhões)
Norte
(R$ milhões)
Centro-Oeste (R$ milhões)
A
175,55
418,54
115,2
43,44
111,5
B
511,7
1.617,44
294,54
112,53
231,78
C
361,49
1.069,75
316,09
103,74
129,37
DE
78,21
500,27
282,07
56,22
92,55
Brasil
1.126,95
3.606,00
1.007,90
315,93
565,20
 Fonte: Pyxis Consumo – Versão 2013 - IBOPE Inteligência

O potencial de consumo refere-se apenas ao consumo domiciliar, ou seja, às compras de pessoa física junto a varejistas do ramo e inclui compra de animal doméstico, vacina, banho e tosa, gastos com veterinário, ração, xampu, brinquedos e acessórios.




Leia também:

 

Justiça atende pedido da Defensoria Pública e determina interdição do Cenam

 

Exame da OAB: confira o desempenho das faculdades

 

Mais de vinte cães morrem em incêndio criminoso

 

Roubo paralisa atendimento da Unidade de Saúde do Bairro América

 

Vale confirma que irá instalar usina em Japaratuba

 

Jackson Barreto diz que quer ampliar aliança

 

Vereador cobra mais agilidade nas obras da Deso

 

ENTREVISTA: “Excesso de pessoal é um dos principais problemas nas Prefeituras”, disse Carlos Alberto Sobral de Souza

 

R$ 143 bilhões devem ser injetados na economia a título de 13º salário

 

Proposta de reforma do Código Penal recebe 806 emendas

 

GT da Reforma Política vai propor voto facultativo e teto de gastos na campanha

 

Comissão aceita proposta que repassa para empregador custeio integral do vale-transporte

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário