terça-feira, 8 de outubro de 2013

Atendimentos no Hospital Regional de Lagarto este ano já é 7,2% superior ao de 2012

O número de atendimentos de urgência e emergência de janeiro a setembro de 2013 no Hospital Regional Monsenhor João Batista de Carvalho Daltro (HRL), em Lagarto, já é 7,2% superior ao registrado no mesmo período de 2012. É o que aponta o balanço anual da unidade, gerenciada pela Fundação Hospitalar de Saúde (FHS). De acordo com o levantamento, o HRL já contabiliza 89.771 atendimentos no período, entre procedimentos clínicos, consultas especializadas em pediatria, clínica geral e ortopedia, administração de medicamentos e tratamentos clínicos de traumas ortopédicos, entre outros. No mesmo período do ano passado, o HRL registrou 83.440 atendimentos.

A unidade é responsável pela cobertura assistencial aos 250 mil habitantes da microrregião Centro-Sul de Saúde (Lagarto, Salgado, Riachão do Dantas, Poço Verde, Simão Dias e Tobias Barreto). Ainda de acordo com os relatórios, o número de usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) atendido este ano já chega a quase 48 mil, um crescimento de quase 9%, se comparado ao período de janeiro a setembro de 2012.

Para o superintendente do HRL, Oldegar Alves Junior, esse aumento tem relação com alguns fatores como o crescimento da procura espontânea pelos serviços do hospital relacionados aos casos ambulatoriais.

“Temos atendido um número cada vez maior de casos considerados de baixa complexidade que, em tese, deveria receber assistência na Atenção Primária (Clínicas de Saúde da Família (CSF), postos e demais unidades básicas) mas, por algum motivo, acaba procurando o HRL. Em setembro, por exemplo, quase metade dos usuários atendidos no hospital, ou seja, 2.176 pacientes tiveram perfil de baixa complexidade, de acordo com a Classificação de Risco”, explica o gestor.

Segundo ele, a cultura do usuário do SUS relacionada à facilidade do acesso a alguns serviços nas urgências hospitalares, como a realização de exames complementares, também contribui para o crescimento.

“A população sabe que, vindo ao hospital, além do atendimento de enfermagem e médico imediato, se precisar de um exame laboratorial ou um raio-X, terá acesso também de forma rápida. Somente nos nove primeiros meses de 2013, o Hospital Regional de Lagarto já realizou quase 99 mil exames complementares, dos quais, mais de 85 mil foram laboratoriais clínicos”, justifica.

Além de atender aos municípios do Centro-Sul, o HRL também presta assistência aos pacientes de outras microrregiões, principalmente da Sul, como Estância e Boquim, e da Agreste, a exemplo de São Domingos e Campo do Brito. A unidade recebe também pacientes de cidades da Bahia que fazem fronteira com Sergipe, como Paripiranga, Adustina, Fátima e Nova Soure.

O lavrador Raimundo Dias de Oliveira, 40 anos, é natural de Fátima e retornou ao HRL para mais uma revisão com o ortopedista da cirurgia que foi submetido há cerca de oito meses no antebraço esquerdo, consequência de um acidente de moto. “À época da cirurgia, passei três dias internado e sempre fui muito bem atendido. Já retornei aqui algumas vezes para fazer o acompanhamento e estou me recuperando bem. Em Fátima só tem um posto de saúde e uma maternidade, mas sempre estão fechados e sem médico”, afirma.



Leia também:




















 

Nenhum comentário:

Postar um comentário