sábado, 24 de agosto de 2013

Rogério reúne militantes no IFS e discute a candidatura a presidência do PT


Os militantes e lideranças lotaram o auditório do IFS para a reunião ampliada em que o Deputado Federal Rogério Carvalho discutiu as propostas da Chapa Militância Presente Partido Forte que concorre a presidência do Partido dos Trabalhadores, na eleição que acontece no dia 10 de novembro.
 
O ex vereador de Itabaiana Olivier  Chagas comentou: “Essa nossa luta não será em vão, o PT está passando por uma renovação e ela precisa acontecer de forma legitima, com um companheiro que lidera ouvindo as pessoas. Você construiu com cada um de nós. O PT para continuar forte, ele precisa ter legitimidade mas precisa fazer como está fazendo”.


O prefeito de Indiaroba, José Leal, concordou :“O PT realmente precisa de renovação e a renovação é Rogério. Quem não acordar para o novo momento ficará para trás. Nós hoje vivemos uma realidade diferente, e se nós mudarmos o partido na forma de fazer, nós vamos ter dificuldades”.


“ O partido não tem nos assessorado e feito uma aliança com quem está no interior. A gente se sente como um filho órfão sem um pai. Se a gente não colocar Rogério no partido, continuaremos assim e vamos cobrar dele a atenção ao interior”,sugeriu o prefeito Doutor Walter, de Malhada dos Bois; 


Já o prefeito de São Domingos, Pedro Silva, o Pedrinho conclamou: “ Não há um nome melhor para assumir o partido que não seja você. Hoje chegou a sua vez, mas essa marcha não é sua, Rogério, é nossa, seremos sua coragem, queremos o seu braço”.


O presidente da USES, Jorielton Oliveira também comentou representando a juventude: “ Nesse período em que Rogério assumiu o partido , o PT pôde respirar e voltar, com as caravanas, pudemos presenciar uma grande massa petista a se renovar no partido. Essa vontade foi recriada. Nós queremos que a juventude tenham vez no partido, que os militantes do interior tenham vez e voz no partido” . 


Já o militante Esmeraldo Leal, representando o deputado João Daniel, resumiu: “A militância do Movimento Sem Terra está presente aqui e vota em Rogério”.


Em seguida, o deputado Francisco Gualberto comentou a busca de unidade: “Quando a gente defende a unidade com a visão que unificasse o partido e não com um núcleo de 5 pessoas que se dividem e decidem. O partido dos trabalhadores deve acima de tudo ser construído a base de coletivo, a participação de todos. Nós definimos sem duvida alguma que será a nossa chapa. Porque nós mudamos a forma de trabalhar, de fazer o partido com as Caravanas, com todas as ações que Rogério esteve a frente”.


Por fim, Rogério faz uma análise do novo momento político brasileiro e da necessidade da militância estar presente no partido “ Os movimentos de rua mostraram para a gente a horizontalidade, não existe mais hierarquia para as reivindicações. Precisamos estar prontos para essa nova realidade, o PT , precisa mudar, se adequar e temos que representar esse novo coletivo. O partido não são as pessoas, o partido precisa se renovar e se fortalecer. Mas é preciso que a gente se abra de fato e acabe com essa discriminação dentro do PT.  Nossa disputa é além da presidência, da eleição, nós queremos novamente um partido de massa, com todos formulando. Essa chapa não é de apoio a Rogério, mas de uma militância presente partido forte. ”



Leia também:










 

Nenhum comentário:

Postar um comentário