quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Realização de megaeventos esportivos não pode violar direitos humanos


O deputado Valadares Filho, que é vice-presidente da Comissão de Turismo e Desporto (CTD), presidiu a reunião da Comissão realizada ontem e destacou a importância dos megaeventos esportivos para o turismo brasileiro. Mas ele ressaltou que a realização desses eventos não pode violar direitos humanos já consagrados.


“Nossa preocupação é que seja assegurado às famílias que estão sendo removidas para viabilizar as obras de infraestrutura para Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas em 2016 soluções de moradia adequadas e com dignidade”. A Comissão de Turismo e Desporto aprovou dois requerimentos de autoria de Valadares Filho. O primeiro deles propõe a realização de audiência pública para discutir como estão sendo feitas as remoções de moradores nas regiões próximas aos estádios que sediarão os eventos esportivos.



São convidados para debater o tema o ministro das Cidades, Aguinaldo Velloso Borges Ribeiro, e a urbanista relatora especial da ONU para moradia adequada, Raquel Rolnik.



O outro requerimento também trata de realização de audiência pública. O encontro que terá a presença do ministro do Turismo, Gastão Vieira, e do presidente da Empresa Brasileira de Turismo (EMBRATUR), Flávio Dino, irá fazer uma avaliação de como foi a performance do Brasil na organização da Copa das Confederações.



“Durante a realização dos jogos da Copa das Confederações, tomamos conhecimento de vários, inclusive na imprensa local e internacional, de reclamações na qualidade dos serviços prestados; em relação ao preço elevado das tarifas cobradas pelos hotéis e relação a outros problemas”.





Nenhum comentário:

Postar um comentário