sábado, 17 de agosto de 2013

Márcio Macêdo destaca 50 anos do campo de petróleo de Carmópolis


O deputado federal Márcio Macêdo (PT) fez um discurso, em plenário, na última quinta-feira (15), em referência aos 50 anos de descoberta do primeiro poço de petróleo do campo de Carmópolis.  “A descoberta do campo de Carmópolis proporcionou um novo rumo à economia do Estado, com desdobramentos na área tecnológica, na cadeia de negócios e serviços, nas relações de trabalho e na potencialidade de responder a novos impulsos econômicos”, disse.


No pronunciamento, o parlamentar informou que Carmópolis é o maior campo terrestre, em termos do volume original de óleo, gerando 1,7 bilhão de barris. É também o 21º dentre os 370 campos brasileiros. Já em termos das reservas provadas de óleo equivalente, a cidade sergipana é o 3º maior campo terrestre.

Ele destacou ainda que o campo de Carmópolis é considerado o maior da Unidade de Negócios da Petrobras de Sergipe-Alagoas (UN-SEAL), com mil poços e produção de 80% da unidade de produção terrestre em Sergipe. Dispondo de uma área de cerca de 140 km², o campo está localizado no município de mesmo nome, estendendo-se por outras cinco cidades: Japaratuba, Maruim, Rosário do Catete, General Maynard e Santo Amaro das Brotas.

Os dados sobre a produção de óleo foram todos citados por Márcio Macêdo no discurso: “a produção de óleo do campo atingiu em 2012 a média anual de 21.570 bbl/d. Em termos comparativos, o campo apresenta hoje a maior produção dentre os campos terrestres brasileiros.  Considerando-se também os campos offshore, Carmópolis apresenta ainda a 13ª maior produção diária de óleo, mesmo após 50 anos de produção.

Considerando-se a produção acumulada de óleo, Carmópolis atingiu no final de 2012 o volume de 362 milhões de barris, a segunda maior produção acumulada dos campos terrestres brasileiros e a 9ª maior produção acumulada no Brasil. Com relação à produção de gás, o campo atingiu em 2012 a produção média de 177,7 mil m3/d”.

“A descoberta do campo de Carmópolis proporcionou ao estado de Sergipe experimentar uma nova etapa em seu desenvolvimento econômico e social. Foi somente em 1963 com a descoberta do campo que a Petrobrás passou a investir em instalações de produção no estado. Atualmente, a participação da Petrobras no PIB industrial do setor extrativo do estado de Sergipe é de aproximadamente 50%, refletindo a importância da descoberta do campo de Carmópolis para o estado”, afirmou.

Segundo o deputado, no evento com a Bancada do Nordeste na Câmara dos Deputados, nesta semana, em que foi apresentado o Programa de Investimento da Petrobras na região, “os dados divulgados em investimentos para o campo de Carmopólis são importantes”. “O projeto de ampliação da injeção de água no campo de Carmópolis depois de implantado irá gerar reserva adicional de 33,952 MM de barris de óleo equivalente no período da concessão e vazão máxima de 9.940 de barris de óleo equivalente em 2015, além de perfuração de 168 poços e recompletações em 229 poços. 

Haverá ainda o lançamento de 464 Km de dutos, construção de uma estação centralizada de tratamento de emulsão e uma estação de tratamento de água produzida, entre outras ações.

“Para celebrar o aniversário do marco histórico, a Petrobras junto à Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, lançou selo e carimbo comemorativos aos 50 anos de produção do petróleo em Carmópolis. O “Cavalo de Pau”, como é conhecido na região petrolífera, aparece em destaque no selo comemorativo, ao lado do obelisco que marca o início da produção de petróleo em terra denominado CP1, primeiro poço de petróleo perfurado em Sergipe”, explicou.

Márcio disse ainda em plenário que não poderia “deixar de enaltecer a gestão da prefeita de Carmópolis, Esmeralda Cruz, que é do PT, uma companheira que trabalha à frente da prefeitura, com determinação e honestidade, mostrando à Sergipe e ao Brasil que é possível com responsabilidade, aplicar os royalties no desenvolvimento do município e na melhoria da qualidade de vida da população”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário