domingo, 18 de agosto de 2013

Jackson assina contratos para o desenvolvimento do Distrito Industrial de Itabaiana



Com o intuito de promover o desenvolvimento de Sergipe, partindo da lógica da dinamização da economia não só na capital, mas considerando o interior do estado, o governador em exercício, Jackson Barreto, deu mais um importante passo que ajudará o crescimento do município e da gente de Itabaiana. Em solenidade na noite da última sexta-feira, 16, no Centro de Dirigentes Lojistas (CDL) do município, Jackson assinou contratos que permitirão a aquisição de área a 33 empresários itabaianenses para construção de galpões que integrarão o Distrito Industrial de Itabaiana.
 
No evento foram assinados 15 contratos com empresas do setor industrial para implantação de suas plantas no núcleo de indústrias do município, distante 58 km de Aracaju. Um conjunto de investimentos diversificado com atuação nos ramos de alimentos, embalagens, esquadrias de metal e de madeira, estruturas metálicas, peças e acessórios para caminhões, artefatos de cimento, bijuterias e jóias.

Jackson, que também é presidente do Conselho de Desenvolvimento Industrial de Sergipe (CDI) e que no mesmo dia já tinha inaugurado a Rodovia Clotilde Simões da Silva, em Poço Redondo, e assinado a ordem de serviço para a reforma e ampliação do Colégio Estadual Murilo Braga, em Itabaiana, enfatizou a alegria e prosperidade que o ato desta noite resultará.

“Eu acredito na gente de Itabaiana, na sua capacidade empreendedora. Se hoje estamos aqui para entregar esses galpões é porque estamos fazendo um investimento que aposta numa Itabaiana correta, pois confiamos na capacidade e competência do homem e da mulher de Itabaiana, pois sabemos que foram vocês que transformaram este município no que ele representa hoje para a economia e desenvolvimento de Sergipe. O governo faz a sua parte, o empresário faz a sua, Itabaiana e Sergipe crescem e o nosso povo fica mais feliz”, afirmou Jackson ao desejar felicidade aos empreendedores do município.

Os investimentos previstos após a instalação dessas 15 empresas somam R$ 11,43 milhões, e a geração esperada de empregos totaliza 236 postos de trabalho. Para o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Itabaiana (Acese), Luiz Bispo, a disposição de Jackson Barreto para a realização da solenidade comprava seu compromisso com o desenvolvimento de Itabaiana e região.

“A vinda de Jackson Barreto para este evento possibilita a consolidação do desenvolvimento de Sergipe, trazendo indústria para o interior. Itabaiana é uma cidade com o potencial industrial muito grande. As maiores fábricas de carroceria do Nordeste estão aqui, temos ainda 26 cerâmicas, várias fábricas de móveis e agora estamos instalando um distrito diferente de todos, com indústrias de diversos polos. São fábricas de vidro temperado, lentes, carroceria, joias, carpintaria, metalúrgica, panela de alumínio, artefato de cimento, massa de pizza, mármore, plástico e alongamento de eixo que permitirão um progresso e dinamismo muito grande no setor de caminhões”, disse Luiz Bispo.

O presidente da Acese ressaltou ainda que Itabaiana vem se firmando como um grande centro de desenvolvimento e que o mais importante dos contratos assinados pelo governador é que beneficiam os empresários locais. “Hoje o nosso município é referência no estado em termo de comércio, industrialização, fábricas de carroceria e vendas de caminhões. Tudo isso representa o desenvolvimento de Sergipe partindo de Itabaiana. E agora, com mais novas 33 indústrias, isso vai dinamizar a região, porque Itabaiana não funciona como uma única cidade, ela é uma regional, pois em torno da nossa cidade há outras 28 que vivem em função do desenvolvimento daqui”.

Distrito Industrial
O Distrito Industrial de Itabaiana tem 150 hectares distribuídos em 65 lotes. Além das 15 empresas que serão instaladas a partir dos contratos assinados nessa sexta pelo governador em exercício, cinco empresas já se encontram implantadas e três em implantação. Oito empresas já têm liberação para se instalarem e mais cinco estão com o processo de liberação dos lotes em análise. Ao todo são 36 empresas, cujos investimentos poderão alcançar R$ 26,25 milhões e gerar 629 empregos.

Ao se dirigir aos empresários, o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia, Saumíneo Nascimento, reforçou que a maior alegria tanto do governador Marcelo Déda, quanto de Jackson Barreto, a partir de um ato como este, é ver o povo e a classe empresarial trabalhando para possibilitar que, através do apoio do Governo, junto ao esforço dos seus cidadãos, a população possa ter seu emprego, sua renda e carteira assinada que lhes assegurem seus direitos.

“Nós trabalhamos 24h para isso, para vermos esses trabalhadores podendo fazer seu ‘mercadinho’, colocar seus filhos na escola, conquistando sua dignidade. Estamos unidos para trabalhar pelo bem desse estado e do nosso povo”, declarou o secretário.
Em nome de todos os contemplados pela ação do Governo, nesta noite, José Carlos Ferreira de Jesus, empresário do ramo de madeira e construção, salientou a felicidade com a aquisição dos lotes, destacando que o Distrito Industrial de Itabaiana representa a verdadeira parceria público-privada. “Ali nós estamos exercendo a verdadeira PPP - Parceria Púbico Privada. São pessoas com muita disposição para trabalhar, que demonstram a força e a garra itabaianense e que gerarão mais emprego e renda. E se tem uma bandeira que todo político e governo deveria levantar é esta, da geração de emprego e renda e o senhor governador está fazendo isso aqui, dando dignidade aos cidadãos que irão trabalhar naquele ambiente”.

PSDI
O desenvolvimento e desconcentração da indústria em Sergipe a partir de 2007 têm contribuído para que o crescimento da economia sergipana seja mais equilibrado territorialmente, ampliando a geração e a distribuição espacial de empregos. Segundo dados do Caged/MTE, no período de 2007 a 2012 foram gerados 99.770 empregos com carteira assinada, sendo 48% da geração de postos de trabalho na capital e 52% no interior.
O Governo do Estado tem promovido este desenvolvimento devido às políticas estratégicas, consciência e trabalho de seus gestores que entendem que, para fazer um Sergipe cada vez melhor para todos os sergipanos, é preciso investir na capital e no interior, em todo território onde cresce sua população. Com o Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI), desde 2007 até março deste ano, Sergipe consolidou a implantação de 109 empresas. Os investimentos totalizam R$ 723 milhões e o número de empregos diretos oriundos do PSDI alcançou 7.139 postos de trabalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário