quinta-feira, 29 de agosto de 2013

30 de agosto: petroleiros prometem parar a Petrobras


Dia 30, sexta-feira, é paralisação nacional. A mobilização agendada para essa sexta-feira promete ser maior que a do dia 11 de julho, quando milhões de trabalhadores no Brasil cruzaram os braços. Nesse dia, pela primeira vez desde os anos 1980, grandes centros industriais pararam de forma simultânea. As informações são do SIndipetro.
 
Como parte do calendário da paralisação nacional, a CSP-Conlutas, o Sindipetro-AL/SE (Sindicato dos Petroleiros de Sergipe e Alagoas) e demais entidades do movimento sindical, movimento popular e estudantil, a exemplo da ANEL (Assembleia Nacional dos Estudantes – Livre) e o Não Pago, preparam para amanhã uma grande paralisação no estado de Sergipe. 

Os petroleiros aprovaram paralisação 100% da Petrobras reivindicando a suspenção do leilão do petróleo, marcado para outubro, e o arquivamento do PL 4330, que amplia a terceirização para áreas fins e acaba com as possibilidades de concurso público.


Dia 30, todas as áreas da Petrobras vão parar. Na paralisação da rua acre, Sede da Petrobrás,  a partir das 6 horas da manhã, foram convidados todos os movimentos sociais e deputados estaduais da assembleia legislativa, que  em sessão especial no dia 22 de agosto, declararam apoio unânime a campanha contra os leilões do petróleo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário