quinta-feira, 25 de julho de 2013

Vereador já tem assinaturas para CPI dos transportes em Aracaju


Por MAX AUGUSTO 

O vereador Max Prejuízo (PSB) confirmou com exclusividade ao JORNAL DA CIDADE / BLOG DO MAX que já possui as oito assinaturas necessárias para a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o sistema de transporte público de Aracaju. Após os problemas verificados nos últimos dias, Max anunciou ontem a intenção investigar abrir a caixa preta do transporte. Há pelo menos 16 anos a Câmara Municipal de Aracaju não inicia CPI sobre tema algum.


“O transporte está um verdadeiro caos, a situação chegou ao limite. Precisamos investigar para saber a quem interessa esse caos no transporte aracajuano. Depois de anos com problemas neste setor, essa é a primeira vez que alguém tem coragem para propor uma CPI para investigar o sistema de transportes de Aracaju. Aliás, há muito tempo a Câmara não exerce seu direito legítimo de fiscalização, através de uma CPI”, disse Max.


Ele também informou que vários vereadores entenderam a importância da proposta e se solidarizaram imediatamente com a ideia. “Quero agradecer os colegas vereadores que entenderam a necessidade e confirmaram apoio para a abertura da CPI que será um momento histórico na Câmara. A população está cobrando um posicionamento e os vereadores compreendam que a Câmara precisa dar uma resposta à população” continuou.


Quem apoia

Para dar início à CPI são necessárias oito assinaturas. De acordo com Max Prejuízo oito vereadores confirmaram apoio à CPI além dele mesmo: Agamenon Sobral (PP); Augusto do Japãzinho (PRTB); Lucas Aribé (PSB); Iran Barbosa (PT); Emerson Ferreira (PT); Emília Correia (DEM) e Daniela Fortes (PR) e Jailton Santana (PSC).


"No dia de ontem mais uma vez Aracaju amanheceu sem transporte. A partir de hoje vou procurar todos os 23 vereadores, um por um, colocar a importância desta CPI e buscar assinaturas para que se faça a sua instauração. Precisamos ter transparência e entender o que está acontecendo. É necessária uma posição da Câmara Municipal e a CPI é o melhor caminho para a transparência", disse Max Prejuízo.


Ele também disse que “está na hora de acabar com esse jogo de empurra-empurra” onde a empresa de transporte diz que a culpa é do Setransp e o Setransp diz que a culpa é da empresa. “Enquanto isso a população é prejudicada com o caos que se instaura. Chegou a hora do Legislativo Municipal tomar uma atitude, visando dar transparência às contas do Sistema”, falou Max.


Segundo o parlamentar, que defende a licitação do transporte de forma emergencial, como o principal passo para a melhoria real do sistema, "todo vereador deveria andar de ônibus para sentir na pela o que a população passa no seu dia a dia e acabar com esse discurso de que pra saber do problema não precisa vivenciar”. Ele ainda avaliou que a passagem é cara, os ônibus estão sucateados e são insuficientes para atender a demanda.

Um comentário:

  1. Tomara que a CPI do transporte inclua a comercialização do passe escolar

    ResponderExcluir