quarta-feira, 10 de julho de 2013

Tribunais julgaram 46,6 mil processos de improbidade e crimes contra a administração pública

TJ/SE já julgou 92% dos casos

Os tribunais estaduais, federais e o Superior Tribunal de Justiça (STJ) julgaram de 2012 para cá 46.621 processos de improbidade administrativa e ações penais de crimes contra a administração pública que tramitam há mais de um ano e meio na Justiça. A expectativa é de que até o final deste ano outros 74.557 sejam julgados para que o Judiciário consiga cumprir integralmente a Meta 18, aprovada pelos presidentes dos 91 tribunais brasileiros durante o VI Encontro Nacional do Poder Judiciário, realizado em novembro de 2012.


A meta, voltada para os 27 Tribunais de Justiça (TJs), os cinco Tribunais Regionais Federais (TRFs) e o STJ, que apreciam ações desse tipo, prevê o julgamento, até dezembro deste ano, de todos os processos de improbidade administrativa e ações penais de crimes contra a administração pública que entraram até o fim de 2011 no Judiciário. Das ações julgadas, 19.883 são de improbidade e 26.738 relacionam-se a crimes contra a administração pública, que incluem corrupção, peculato, sonegação previdenciária, entre outros.

Com os julgamentos, realizados em 2012 e este ano, 38,47% do objetivo foi cumprido, índice que está abaixo do ideal perseguido, de 75%. Até o último levantamento, concluído nesta terça-feira (9/7), apenas quatro tribunais haviam superado esse percentual ideal de cumprimento. O TJ do Paraná já cumpriu 98,8% da meta, enquanto o TJ de Sergipe alcançou 92%. Os outros dois que mais avançaram no cumprimento são o TJ do Amapá (88,7%) e o TJ de Rondônia (79,7%). Os TJs que menos avançaram no alcance do objetivo – cumpriram menos de 20% – são os de Piauí, Bahia, Paraíba e São Paulo.

Clique aqui para ver o balanço de cumprimento da Meta 18.

Agência CNJ de Notícias



LEIA TAMBÉM:

 

Senado aprova empréstimos para o Estado de Sergipe


 

Coca-Cola, Vivo e TIM são multadas por publicidade enganosa

 

Quase 80% dos brasileiros querem mais mulheres no poder

 

Fábio Reis defende pacto federativo em reunião de prefeitos

 

Senado rejeita PEC que previa mudanças nas regras para suplência de senadores

 

Assembleia apresenta balanço do primeiro semestre

 

Prefeitos se reúnem com senadores e deputados sergipanos

 

Senado compra maquiagem e secadores de cabelo

 

Partidos políticos já receberam R$ 147,1 milhões do Fundo Partidário


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário