segunda-feira, 1 de julho de 2013

Prefeito de Aracaju faz balanço das ações durante 6 meses de gestão

Em seis meses de mandato o prefeito João Alves Filho planeja, faz estudos e algumas mudanças já são notadas na capital sergipana. Mas ainda falta melhorar alguns pontos cruciais, como por exemplo, a mobilidade urbana. Nesta matéria de um balanço da gestão, o prefeito João Alves Filho, ressalta os pontos positivos e explica os processos burocráticos que a gestão precisa obedecer para implantar melhorias para a população.
 
Entre os benefícios, são destacadas as reformas nas escolas, praças revitalizadas, investimentos nas áreas de saúde e esporte, além de reuniões de conciliação, para um melhor entendimento com diversos sindicatos do município.

“Na área educacional, logo no início começamos a planejar a mudança do processo de gestão democrática nas escolas públicas, agilizamos as decisões, com o intuito de beneficiar a comunidade escolar, e, esse resultado já começa a ser sentido. Antes a gestão democrática era composta por 23 pessoas. Sendo, seis professores efetivos, seis alunos, seis pais, quatro funcionários e um diretor efetivo. E, chegar a um acordo com essa quantidade de pessoas era muito difícil. Inclusive diversos recursos financeiros já foram devolvidos, porque não havia consenso e a escola perdia recursos”, destacou o prefeito.

Uma das grandes conquistas exaltadas pelo prefeito na área de educação foi a valorização do professor, com o pagamento do piso salarial na integralidade a todas as categorias. Além disso, um diretor do município recebe R$ 1.760,00, com a aprovação do novo projeto de gestão democrática,  em dezembro  deste ano passará a receber R$ 3 mil, o que representa um aumento de quase 80%. Além disso, somando a remuneração do cargo de professor, o salário poderá a chegar a R$ 5.500,00.

Além disso, a equipe diretiva (diretor, diretor adjunto, coordenador pedagógico e secretário escolar) que chegar as metas estabelecidas pelo município também será remunerada com um 14º salário. No que se refere a estrutura escolar, algumas escolas que estavam com obras paralisadas foram reabertas, a exemplo EMEF Elias Montalvão, no Mosqueiro, e da Presidente Getúlio Vargas que será inaugurada na próxima semana”, afirma João Alves.

Meio Ambiente
Quanto ao destino dos dejetos municipais, o prefeito orgulha-se de que em três meses de gestão conseguiu desativar o lixão do Santa Maria. “Concretizamos um sonho de duas décadas dos aracajuanos com a desativação do lixão. Provavelmente na segunda semana de julho  serão inaugurados os galpões do Centro de Triagem que absorverá os catadores que viviam em condições subumanas”, enfatizou João Alves.

Guarda Municipal
Já em relação à segurança pública municipal, o prefeito orgulha-se de estar construindo uma nova visão de segurança. “A Guarda Municipal foi uma das nossas principais promessas de campanha e já é notória a sua mudança por toda a população. Logo que assumimos, determinamos a secretária Georlize Teles e o coronel Enilson Aragão equipasse a guarda,e, depois promovemos a incorporação de mais 150 novos guardas em fase de treinamento, que já estão atuando no Forró Caju. E ainda este ano haverá um novo concurso para 450 novos guardas. Totalizando mil e cinquenta homens e mulheres”, disse.

Esporte
Outro assunto que traz extrema satisfação ao prefeito são os esportes. “Estamos trabalhando de modo intensivo nesta temática, além de dotarmos a Secretaria de toda uma estrutura necessária para desenvolver suas atividades, é bom relembrar que nós conquistamos para Aracaju um grande evento, em 2015, que trará representantes de várias partes do mundo para o mundial aqui e isso será de uma visibilidade e mídia espontânea incrível para nossa cidade em outros países”, acrescentou.

Além desses, novos investimentos e eventos esportivos virão por aí. “Agora, dia 11 de julho, estaremos recebendo em Aracaju o presidente da Confederação Internacional de Desporto Escolar, Andrea Delphin, que virá trazer o caderno de encargos para o mundial. Estamos agendando ainda, para este mês, uma audiência com o ministro Aldo Rabelo, onde daremos prosseguimento aos contatos já realizados por José Carlos Machado e Carlos Eloy para a construção de três vilas olímpicas”, revelou.

“Valorizamos também o Bolsa Atleta, tanto que houve a conquista de medalha de ouro com as nossas atletas, Duda e a Carol, na Itália. E estamos investindo também em reformas de espaços de lazer público. A exemplo do levantamento para reforma dos campos de pelada existentes na capital e a viabilidade de construção de novos. O Lazer em Meu Bairro e Prefeitura nos Bairros voltará agora no segundo semestre com mais força, levando o administrador para junto da população”, acresceu.

Foi criada, ainda, atendendo pedidos dos setores hoteleiro, do comércio e da indústria. E atentos a essas áreas, nós procuramos, durante o primeiro semestre, incentivar o secretário da pasta a viabilidade de todos os projetos que possam atender a demanda destes segmentos. O que já tem ocorrido.

Mobilidade Urbana
Outro assunto que muito é destacado,e, que o prefeito diz que será um desafio é melhor substancialmente o trânsito da capital, através da mobilidade urbana. “Essa é uma área em que, sobretudo me apaixona; porque das 16 maiores avenidas de Aracaju, todos sabem que 14 foram construídas pela nossa administração e mais do que isso, vale lembrar que a cidade travou. Porque nos últimos anos nenhuma grande avenida foi construída”, frisou. “Para mudar esta situação, estamos trabalhando um plano macro e contratamos - pela inexigibilidade - o escritório Jaime Lerner, com o aval de ter implantado o sistema de mobilidade urbana em 166 cidades do mundo”, declarou.

Três são os pontos principais destas ações de mobilidades: a implantação do BRT, a perimetral oeste – que interligará 22 bairros, rasgando Aracaju de ponta a ponta. Tendo uma via de ligação direta ao Hospital de Urgência de Sergipe - HUSE. Neste, que também está em fase inicial de licitação, há o projeto hidroviário.

“Os abrigos e terminais também fazem parte deste programa, e a primeira etapa já foi liberada e enviada para a Câmara, pedindo a licitação. Onde a empresa ganhadora construirá sem custo nenhum para a Prefeitura. A prefeitura receberá pelo uso do solo. Os terminais serão moderníssimos a base de sistema solar e climatizado”, assegurou.
Quanto aos semáforos, segundo o prefeito todos estão obsoletos, funcionando há 15 anos.

“Na realidade, foi feita na gestão passada uma ‘maquiagem’ do serviço, onde apenas o grupo focal foi trocado, com as lâmpadas digitais. Mas todo o sistema de cabos está arcaico, por isso em qualquer sinal de chuva deixam de funcionar. Para ser ter noção, apenas um semáforo desse custa 50 mil. Mas, agora,  já está em andamento o processo licitatório para trocar todo o sistema de semáforos de Aracaju”, ressaltou.

De acordo com o gestor já foi liberado também, em sistema de licitação, e começará nos próximos dias, a implantação de toda uma nova sinalização horizontal e vertical (faixas de pedestres e placas) do município.

Emsurb
A Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) vem se destacando pela limpeza de canais, recuperação paliativa dos mercados. Limpeza dos cemitérios. Limpeza dos calçadões.  Em conjunto ao serviço de mobilidade urbana. “O que foi feito nos seis meses já foi muito diante da situação que encontramos a prefeitura, com perspectiva para o segundo semestre se tornar um grande canteiro de obras. O débito já equacionado da questão do asfalto”, salientou.

Segov
E completou dizendo que, “neste primeiro semestre, abrimos diálogo com os servidores públicos de uma forma intensa. Atitude esta, elogiada pelos próprios Sindicatos. Tivemos neste período, várias reuniões isoladamente com algumas áreas e duas reuniões com 15 sindicatos reunidos em comissão de negociação permanente. Essas reuniões têm acontecido sob o comando dos secretários Edgar Silveira(Administração) , Marlene Calumby (Secretaria de Governo) Nilson Lima (Fazenda Municipal). O que vem facilitando o nosso diálogo e dando a importância necessária a cada categoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário