quarta-feira, 17 de julho de 2013

Médica denunciou na delegacia colegas que faltaram ao plantão

A falta de médicos plantonistas na Maternidade Nossa Senhora de Lourdes voltou a ser caso de polícia. No último domingo, dia 14 de julho, a médica obstetra Tuanny Temer de Oliveira prestou queixa na Delegacia Plantonista por causa da falta de três colegas de profissão, o que forçou a unidade de saúde a fechar as portas. Cinco pediatras deveriam estar prestando atendimento no local, mas apenas duas médicas cumpriram o plantão. 

“Dessa forma poderá ocorrer alguns insucessos no binômio mãe/feto, por omissão de socorro, por escassez de plantonista... Em virtude disto, as portas da maternidade foram fechadas para demanda espontânea e receberão apenas transferências comunicadas. Existem cinco pacientes na admissão, seis no centro cirúrgico e três pacientes aguardando procedimentos. A direção da maternidade e da Fundação Hospitalar já estão cientes destes desfalques há algum tempo”, relatou a médica na delegacia, texto que faz parte do Boletim de Ocorrência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário