terça-feira, 23 de julho de 2013

Jackson diz que vai continuar buscando a maioria na Assembleia


Por Max Augusto

O governador em Exercício, Jackson Barreto (PMDB), afirmou ontem que o governo do estado vai continuar a buscar maioria na Assembleia Legislativa de Sergipe. No final da tarde de hoje, durante a posse do secretário estadual do Trabalho, Fábio Mitidieri (PSD) e do novo presidente do Ipes Previdência, Lauro Seixas, Jackson pediu calma a todos e reafirmou que continua com a “bandeira branca” hasteada. Questionado sobre a ausência da professora Ada Augusta, que tomaria posse como secretária de Articulação Política, JB informou que não sabia explicar e sugeriu aos jornalistas que a pergunta fosse feita a ela mesma ou ao deputado Augusto Bezerra.

“O governo não cai deixar de lado a preocupação permanente de buscar a maioria na Assembleia. Vamos continuar trabalhando, eu acho que os percalços servem de estímulo nesta caminhada. Como cidadão e homem público estou fazendo a minha parte, na busca do objetivo que o governador Marcelo Déda também perseguiu. Vamos continuar buscando a maioria, mas não será uma maioria a qualquer custo, será de uma forma que respeite o povo de Sergipe”, falou Jackson.

Eu seu discurso o governador em exercício lembrou que até o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, precisou fazer concessões para aprovar as mudanças na legislação da Saúde daquele país, mas ressaltou que fará concessões que não comprometam o governo.

Ele ainda lamentou o estado de Saúde do governador Marcelo Déda, mas voltou a dizer que Sergipe não pode parar e que o governo precisa dar respostas à sociedade, destacando as inaugurações realizadas na última segunda-feira nos municípios de Simão Dias e Poço Verde.

Posse
Durante a solenidade o governador assinou o termo de posse dos dois novos integrantes da equipe governamental. Lauro Seixas lembrou que sua mãe foi funcionária do Ipes por 30 anos e citou o filme de Frank Capra, “A Felicidade não se Compra”, para questionar o que seria do estado sem a aliança de Jackson Barreto e Marcelo Déda, que resultou num governo onde 216 mil famílias sergipanas saíram da pobreza. “A marca do governo de Déda e Jackson não está em uma placa de inauguração, a marca é a perspectiva de um futuro melhor”, disse ele.

Já Fábio Mitidieri destacou a chegada do PSD ao primeiro escalão do governo. Ele lembrou que o partido foi o que mais elegeu prefeitos na última eleição e que a sigla sempre esteve ao lado do governador Marcelo Déda. “Soubemos aguardar o momento adequado. Houve a demora na aprovação do Proinveste e os problemas na saúde do governador, mas o partido, que me escolheu para o cargo, está compondo o governo e vamos nos esforçar muito para fazer um bom trabalho”, falou Mitidieri.



Leia também:















TJSE defere efeito suspensivo e tarifa de ônibus retorna para R$ 2,35 

Nenhum comentário:

Postar um comentário