quinta-feira, 20 de junho de 2013

Zezinho vai a Brasília em busca de subsídios para CPI da telefonia móvel

O vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da telefonia móvel, da Assembleia Legislativa de Sergipe, Zezinho Guimarães (PMDB), está em Brasília, onde participa de reuniões na Câmara dos Deputados e no Ministério das Comunicações. O objetivo, segundo ele, é buscar dados e informações que subsidiem os integrantes da CPI no processo de investigação da atuação das empresas de telefonia móvel.

Campeãs em reclamações nas Procuradorias dos Consumidores (Procons), as operadoras, segundo o deputado, promovem um verdadeiro “assalto” à sociedade.  “São empresas que agem de forma nociva. Precisamos dar um basta nisso”, afirmou o parlamentar, que está na capital federal acompanhado do relator da CPI em Sergipe, deputado Augusto Bezerra (DEM).

MOBILIZAÇÃO
Para Zezinho, o momento é oportuno para que os desmandos praticados por essas companhias de telefonia móvel sejam levados ao conhecimento da população que é “infinitamente mais lesada” do que imagina. “Esse debate sobre a questão do aumento da tarifa do transporte público, e que tem gerado protestos em várias partes do país, é infinitamente pequeno diante dos desmandos praticados por essas empresas”, afirmou.
 
Zezinho defendeu que a juventude que está indo às ruas, inclusive em Aracaju, coloque na pauta de reivindicação a necessidade urgente de mudanças no marco regulatório da telefonia no Brasil. Ele ressaltou que o marco foi preparado para a telefonia fixa há quase duas décadas.
 
O advento da telefonia móvel e o seu consequente crescimento não são contemplados no atual modelo. “A situação é gritante e precisa, urgentemente, ser alterada porque a população brasileira já não aguenta mais ser roubada por essas operadoras. A sociedade precisa ser alertada e se unir para que se dê um basta nesses desmandos e agressões praticadas por essas empresas”, defendeu.



Leia também:

 

Movimento gay apoia mudança na Constituição para garantir casamento civil igualitário

 

Transporte público deverá ficar livre do pagamento de impostos

 

Rio de Janeiro também reduz passagem

 

Prefeito e governador de São Paulo anunciam redução de tarifa para R$ 3

 

Juiz Ruy Pinheiro toma posse como Desembargador do TJSE

 

Zezinho vai a Brasília em busca de subsídios para CPI da telefonia móvel

 

João Alves determina redução da tarifa dos ônibus

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário