terça-feira, 11 de junho de 2013

Sergipe pode não ter recursos do Ministério do Turismo para o São João


Por MAX AUGUSTO 

Sergipe é o país do forró, diz o refrão do cantor Rogério, que virou slogan da festa mais famosa do estado. Ainda assim, o Ministério do Turismo pode não enviar recursos para os diversos eventos que acontecem por aqui no período junino – ao contrário do que acontecerá em cidades como Campina Grande e Carurau. A culpa é principalmente das prefeituras, que não enviaram projetos solicitando verbas. Apenas três encaminharam propostas – sendo que duas estavam fora das especificações técnicas e até o início desta semana, já haviam sido rejeitas.



De acordo com informações fornecidas pelo Ministério do Turismo com exclusividade ao JORNAL DA CIDADE / BLOG DO MAX, as três prefeituras que solicitaram apoio para seus eventos foram a de Aracaju, Capela e Neópolis – sendo que a última já tinha tido sua proposta rejeitada. Já o caso de Aracaju ainda estava sendo avaliado, mas contava com um parecer negativo, ainda não publicado. O projeto de Capela ainda não havia sido julgado.



O Ministério deixou claro que os projetos que foram cadastrados foram avaliados na área técnica da pasta, sob critérios previstos em lei e nos editais de chamamento. O total de recursos em análise é de R$ 750 mil para as três prefeituras (Aracaju, Neópolis e Capela), ou seja, um valor pequeno se levado em conta a dimensão da festa e o valor dos cachês das principais atrações.



Vale destacar que a aprovação do projeto não garante o repasse automático dos incentivos. Após a seleção preliminar, explica o ministério, os órgãos contemplados devem cumprir todos os trâmites legais e prazos previstos pelo edital, como o encaminhamento de documentação final, pré-requisito para o empenho dos recursos.



Dificuldades

Durante o lançamento do Forró Caju o prefeito João Alves Filho (DEM) falou que em apenas cinco meses de gestão municipal, a Prefeitura teve dificuldades financeiras para realizar um grande evento. Ele informou que a senadora Maria do Carmo, juntamente com o deputado federal Mendonça Prado e outros parlamentares, se reuniram com o presidente do senado, José Sarney, para que ele se sensibilize com a questão da capital.



“Por exemplo, o forró de Caruaru, em Pernambuco, recebeu esse ano R$ 12 milhões e nós não recebemos nada. Isso não foi culpa do Ministério do Turismo. Existe uma programação de pelo menos um ano de antecedência para que a União apoie os eventos. Infelizmente, não temos conhecimento de nenhum projeto de Aracaju para que haja esse apoio", disse o prefeito.



Nordeste

Na coluna de Turismo da semana passada, o JORNAL DA CIDADE informou em primeira mão que o Ministério do Turismo (MTur) destinou R$ 8,35 milhões para 40 projetos que contemplam além de festas juninas, comemorações natalinas e festivais gastronômicos e de música. Nenhum município sergipano foi beneficiado com a iniciativa que é também um esforço para a promoção internacional das festas de São João, aproveitando os eventos esportivos que o Brasil vai sediar, a partir da Copa das Confederações em junho e julho.



Em matéria publicada no seu site o Ministério do Turismo confirmou a presença de jornalistas da Europa e do sul do Brasil em Campina Grande (PB) e Caruaru (PE), chegando inclusive a dizer que também existem grandes festas na Bahia, Maranhão e Rio Grande do Norte – “esquecendo” de citar Sergipe.



Reunião

Na semana passada o governador em exercício Jackson Barreto (PMDB), a senadora Maria do Carmo (DEM) e os deputados federais Mendonça Prado (DEM) e Fábio Reis (PMDB) participaram de uma audiência com o ministro do turismo, Gastão Vieira, com o objetivo buscar recursos para os festejos juninos em Aracaju.



Pedimos ajuda para o São João do governo do estado e da Prefeitura de Aracaju, todos cuidamos dos pleitos de todos. Pedimos para Aracaju, que tinha cadastrado o projeto do Forró Caju e pedimos pela realização do Forró da Orla, mas não tivemos a informação do cadastramento do pedido de Aracaju”, disse Jackson, lembrando que há vinte anos, quando era prefeito, criou o Forró Caju.

Nenhum comentário:

Postar um comentário