domingo, 19 de maio de 2013

“Vamos vencer a elite através de nossa militância”, diz Rogério

Centenas de militantes petistas lotaram o plenário da Câmara de Vereadores do Município de Nossa Senhora da Glória, para mais uma edição da “ Caravana Regional do PT”, sob o comando do Presidente Estadual, deputado federal Rogério Carvalho. Esta foi a quarta edição do evento que tem por objetivo, discutir a conjuntura política sergipana  e nacional, avaliar o partido e buscar o entendimento e posição para 2014.  Participaram da solenidade, presidentes de diretórios municipais, vereadores, prefeitos, militantes e lideranças estaduais como por exemplo, a deputada estadual Ana Lúcia, o deputado estadual João Daniel,  o deputado federal Márcio Macedo.


Foram mais de 3 horas de eventos, em que os militantes expuseram as próprias opiniões, sugeriram mudanças e avaliaram alguns pontos das eleições passadas e o que preveem para as eleições futuras.  Um dos pontos unânimes foi a necessidade de fazer a defesa do governo Marcelo Deda.

O prefeito de Poço Redondo, Roberto Araújo comentou “ Sergipe é o único Estado do país a fazer uma contra partida no combate a Seca. Aqui além de recebermos sementes do governo federal, o governo estadual disponibiliza carros pipas. Mas, os outros Estados só
viabilizam a ajuda federal. Isso nos orgulha”.


Já o prefeito anfitrião, Chico do Correio, falou das obras realizadas na região “São muitas estradas recuperadas e construídas, distribuição de água, entre outras ações. Não temos o domínio da mídia e por isso, estamos tendo essa dificuldade de divulgação”, informou.  Já o ex vice-prefeito de Nossa Senhora das Dores, Gilberto Santos considera essa chuva de
críticas a estratégia da oposição elitista para voltar ao poder.


“Eles definiram o ponto: vão desgastar o governo para dizer que ele está parado e depois dizerem que o PT não presta, já que o governador é do PT, por isso, temos que ir as ruas, enfrentar tudo isso e defender as mudanças que trouxemos”, conclamou.
“O Brasil deixou de ser propriedade da elite e passou a ser propriedade do povo, assim como Sergipe. Eles não entendem isso e querem nos desconstruir. E aqui em Sergipe temos que enfrentar os irmãos Amorim, João Alves. Não é tarefa exclusiva das lideranças, mas
de todos vocês militância, precisam fazer a análise de conjuntura e enquanto eu for presidente, nós vamos fortalecer o debate da militância, formando novos quadros e seguir em frente através de um coletivo que faz as transformações”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário