quarta-feira, 22 de maio de 2013

“Ultrapassado é quem compra voto”, afirmou Jackson

Jackson falou ainda que construiu sua vida pública sem dinheiro, mas em relação aos Amorim, quando as pessoas se referem a ele, só falam em milhões. “Não sei de onde sai tanto dinheiro, para morar na Beira-mar. As pessoas devem comprar a vida de quem compra mandato com milhões e a minha, de quem teve voto popular. Aliás, ultrapassado é quem compra voto, é quem ganha eleição comprando consciência. Para eles as pessoas ‘valem quanto pesam’. Você tem tantos votos, vale tanto. Isso é ultrapassado, é coisa de quem faz política como os coronéis”, afirmou.

Ele negou com veemência que seja ultrapassado e diz que se sente forte. “Não sou empresário, não tenho 20 mil cabeças de gado, não sou empresário, não sou comerciante, não tenho cadeia de rádio. Eu tenho escutado pelo estado que não podemos entregar o estado a esses homens, eles querem fazer negócios com o estado. Mas isso quem vai decidir o futuro é o povo”, disse Jackson

Proinveste
Questionado sobre a aprovação do Proinveste, Jackson disse que ao invés de segurar e atrasar a chegada dos recursos, o grupo político de Amorim precisava trabalhar para trazer todos os recursos que puder. “Não posso escutar calado os deputados da oposição, que por ordem do senador Eduardo Amorim atrasara em quase um ano o P. Não posso escutá-los falar sobre saúde, depois de atrasar em quase um ano uma série de recursos para o hospital de Capela, Socorro, Huse, hospital do Câncer e outros que estavam no projeto original”, reclamou.

O peemedebista disse ainda que a bancada da oposição atrasou a chegada de R$ 25 milhões em investimentos na Saúde, dinheiro que a presidente Dilma destinou a todos os estados que estavam com regularidade fiscal, sendo que só o governador de Sergipe teve problemas para a aprovação. Ele assegurou ainda que o projeto só foi aprovado porque as pesquisas apontavam uma rejeição ao grupo dos Amorim, por não aprovar o Proinvest.

“No projeto original tinha recursos para comprar 125 veículos para a PM. Não posso ver a oposição cobrar segurança. Tem deputado que defende a saúde pra fazer demagogia e vota contra a assembleia”, concluiu Jackson.

Nenhum comentário:

Postar um comentário