segunda-feira, 6 de maio de 2013

Suposto abuso de atestados faz São Cristóvão criar Junta Médica

Com o objetivo de coibir o derrame de atestados médicos nos diversos setores funcionais da prefeitura de São Cristóvão, a gestora do município, Rivanda Batalha, criará em breve por meio de sua equipe uma Junta Médica para atender aos funcionários.

A decisão foi tomada após a Secretaria de Administração constatar que, alguns servidores municipais têm utilizado da prática constantemente para justificar a ausência no trabalho. 

Em determinados casos, para faltar e ao mesmo tempo se ‘livrar’ do comparecimento em Juntas Médicas, os poucos funcionários têm apresentado atestados de até 14 dias, livrando-se de um possível comparecimento à junta para averiguar o real motivo da licença. 

Ponto Digital – A situação passou a se alarmar, curiosamente, com a implantação do ponto eletrônico digitalizado. Dos atestados médicos apresentados, 80% foram anexados à folha de ponto de forma irregular. Isso quer dizer que apenas 20% dos casos chegaram ao conhecimento da Secretaria responsável.

Diante da averiguação, a prefeitura adotará medidas severas, acompanhando de maneira precisa cada caso, para que o funcionário público cumpra com sua jornada de trabalho, atendendo de forma satisfatória à população sacrinstovense.

“Não podemos compactuar com uma minoria que insiste em fazer da prefeitura de São Cristóvão e do serviço público um ‘bico’. Mas o que me conforta é que a grande maioria dos servidores públicos cumpre suas obrigações e a Junta Médica estará apta a atestar quem realmente precisa da licença médica”, sentencia Rivanda Batalha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário