quarta-feira, 8 de maio de 2013

Maria defende ações enérgicas para resolver endividamento dos produtores

Débito chega a casa dos R$ 14 bi e atinge milhões de trabalhadores rurais 

A senadora Maria do Carmo Alves (DEM) defendeu hoje (8) que sejam adotadas medidas urgentes para resolver o problema do endividamento que afeta milhões de produtores rurais em todo o país.


Maria citou dados da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), segundo os quais, o débito ultrapassa os R$ 14 bilhões e põe na condição de inadimplente cerca de 80 milhões de produtores, que tiveram prejuízos em decorrência de fenômenos naturais como a longa estiagem.

De acordo com a CNA, só na dívida ativa da União estão inscritos 85 mil produtores da região, que devem algo em torno de R$ 3 bilhões. “São débitos muito alto que dificultam a vida desses produtores e os inviabiliza, uma vez que, sequem, podem tentar renegociá-los”, afirmou Maria.

A parlamentar ressaltou que essa é uma realidade que os produtores enfrentam há tempos e se agrava a cada ano. “São pais e mães de família que não têm histórico de devedores. São pessoas cumpridoras dos seus compromissos, mas que infelizmente, em decorrência das circunstâncias, acabam ficando inadimplentes”, destacou a senadora.

Maria lembrou que o assunto foi alvo de discussão na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) ontem (7) e, segundo a senadora por Sergipe, deve ser tratado de forma ampla na expectativa de se discutir encaminhamentos que apontem uma solução rápida para o problema.

“A situação tem que ser encarada com firmeza. Não dá para continuar só implementando medidas paliativas. É preciso algo mais concreto e que, de fato, trago uma solução urgente para o quadro de dificuldades enfrentado por esses produtores”, defendeu Maria do Carmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário