terça-feira, 14 de maio de 2013

Jackson: “Amorim sempre esteve do lado dos atravessadores”


Mais um round da polêmica iniciada na semana passada, quando o presidente nacional da Codevasf desmarcou uma visita a Sergipe - no mesmo dia, políticos ligados ao grupo dos irmãos Amorim acusaram o senador Valadares de trabalhar pelo cancelamento da viagem. Na manhã de ontem o vice-governador Jackson Barreto rompeu um período de silêncio sobre temas mais polêmicos e questionou o envolvimento do senador Eduardo Amorim com os pequenos produtores dos perímetros irrigados, afirmando que ele sempre esteve ao lado dos atravessadores.
 
“Gozado este Eduardo Amorim. Agora ele está preocupado com a Codevasf. Nunca colocou uma emenda, sempre foi aliado dos atravessadores que compravam o arroz dos pequenos produtores a preço de banana”, disse o vice-governador, em seus perfis nas redes sociais. Ele também afirmou que foi o governo estadual que conseguiu levar a Conab para o baixo São Francisco, garantindo o preço mínimo do arroz.

“Nunca Eduardo Amorim levantou a voz em defesa dos pequenos produtores. E mais, foi o governo do estado, através da Secretaria de Agricultura que também levou sementes de qualidade para ajudar os rizicultores”, continuou.

Jackson também fustigou o deputado federal André Moura (PSC), um dos políticos que apontou Valadares como culpado pelo cancelamento da visita, que visava mostrar os problemas da região. “André Moura, você exigindo a aplicação dos recursos que o senador Valadares consegui para a Codevasf? Olhe o histórico de Valadares e olhe o seu. Quem é você para dar conselho de ética ao senador Valadares e ao deputado Valadares Filho? Vá tomar conta da merenda escolar de Pirambu”, alfinetou o vice

R$ 100 milhões
Aparentemente disposto a retomar o debate político, Jackson também fez um breve comentário sobre a manchete do JORNAL DA CIDADE deste domingo, repetindo frase dita pelo deputado federal Mendonça Prado (DEM), em entrevista. “Nunca vi uma frase tão pequena e tão precisa como a de Mendonça Prado, no JORNAL DA CIDADE: ‘Orçamento de R$ 100 milhões da Codevasf despertou atenção dos Amorim. Aliás, tudo o que tem dinheiro (Proinveste, Codevasf), serve de atrativo para eles’”, registou JB nas redes sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário