quinta-feira, 2 de maio de 2013

Emmanuel afirma que Prefeitura retirou gratificação de sindicalista


O vereador Emmanuel Nascimento (PT) usou o Pequeno Expediente na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), na tarde desta quinta-feira, 2/5, para manifestar apoio ao sindicalista Nivaldo Fernandes, que preside o Sindicato dos Servidores do Município de Aracaju (Sepuma).  
De acordo com o parlamentar, o Executivo retirou, ilegalmente, benefícios salariais do sindicalista que foram garantidos por Lei há mais de 10 anos. “Ele tinha uma gratificação incorporada ao salário que foi autorizada pela Justiça em 1996”, apontou.


Emmanuel afirmou que o presidente do Sepuma está sofrendo perseguição porque tem realizado lutas significantes por melhorias salariais e de trabalho para os servidores de Aracaju. “Ele é um líder que tem cumprindo papel como liderança, inclusive sendo reeleito pela categoria”, disse. O vereador ressaltou que acredita que a determinação do corte não partiu do prefeito João Alves Filho (DEM). “Não acredito que tenha sido o prefeito. Acho que deve ter sido algum auxiliar mal informado”, frisou.

O parlamentar pediu aos colegas para que tomassem posição no caso e mostrassem a indignação que o tema pede. “Os vereadores devem se manifestar apoiando o líder sindical porque isso parece perseguição a um líder sindical que defende os interesses de uma categoria. É através do trabalho do sindicalismo que as categorias têm uma melhoria salarial significativa. A luta sindical é de grande importância para a sociedade e deve continuar sendo mantida”, afirmou.

Emmanuel pediu, ainda, para que o líder do prefeito na CMA, vereador Dr. Manuel Marcos (DEM) possa interferir no processo. “Peço que solicite ao representando da Prefeitura para rever essa situação que macha a imagem do Executivo”, ressaltou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário